Marialva, à esquerda a Capela Nossa Sra de Lourdes.

A aldeia de Marialva e o Museu do Côa

Fomos para Marialva e acabamos descobrindo o Parque Arqueológico e Museu do Côa 🙂

Saímos de Trancoso por volta de 13h30, com destino a Marialva, a 2ª Aldeia Histórica que íamos conhecer. Marialva fica ao norte de Trancoso, 30 minutos de automóvel. O nosso GPS nos mandou pela autopista IP2, ainda bem rsss… Se você pesquisar no Google vai observar que há mais de uma estrada que liga Trancoso e Marialva. Eu sei que foi por essa que andamos, porque tirei uma foto desse trecho da estrada.

Rodovia IP2 entre Trancoso e Marialva, Portugal
Rodovia IP2 entre Trancoso e Marialva, Portugal

Aldeia Histórica não é onde o Google mostra a Freguesia de Marialva, é um pouco mais acima, onde está o Castelo de Marialva, Casas do Coro, Igreja de São Pedro, etc  a e aí o Google Street View já não te ajuda mais. Ficamos meio perdidos na região sem saber como chegar até o castelo quando minhas filhas viram uma indicação do Parque Arqueológico do Côa e da arte rupestre do paleolítico superior do Vale do Côa e resolveram que seria mais interessante ver as artes rupestres do que a aldeia, deixamos Marialva para trás e lá fomos nós…

Nos perdemos mais um pouco, ou “mais bastante” pois não tínhamos a mínima ideia de onde chegar nem como ver a arte rupestre, fomos na louca e sem programação. A Foz do Côa é onde o rio Côa desemboca no Douro, rá!

Foz do Côa
Rotatória onde pegamos o caminho errado.

Quando chegamos na rotatória, ao invés de pegarmos no sentido da cidade e museu, pegamos a estrada N222 sentido Castelo Rodrigo. Como na rotatória seguinte vimos uma placa indicando Gravuras Rupestres, seguimos o sentido da placa. Só que encontrar gravuras rupestres não é assim né! Não tínhamos a mínima ideia do que poderíamos ver nem de onde deveríamos ir, mas o erro nos valeu belas fotos 🙂

O Rio Côa, próximo de sua foz.
O Rio Côa, próximo de sua foz.

Paramos numa ponte e fizemos essas fotos do Rio Côa. Olhávamos e nada ao redor… Olhávamos para cima e víamos uma construção que achávamos que era o que poderia ser hahaha. Voltamos e conseguimos (não sei como) chegar ao Museu do Côa.

O Rio Côa, Portugal
O Rio Côa, Portugal

No Museu nos informaram que para conhecer os sítios arqueológicos deve-se ir em grupo, com um orientador local e que são locais de fácil, médio e difícil acesso. A marcação deve ser feita com antecedência, ou seja, não adianta chegar lá turistando como fizemos que não vai conseguir visitar os sítios, mas dá para conhecer o Museu que é bem interessante.

O Museu do Côa
O Museu localiza-se no alto da encosta, entre os rios Côa e Douro, à margem esquerda do Côa, numa região fantástica. As visitas ao museu são visitas guiadas e há custos, veja preços no site oficial do Museu. Há diferença de preço entre os períodos de alta e baixa temporada. Nós fomos na alta e os preços para o museu, quando fomos, eram:
Bilhete Normal: 5€
Portadores do cartão jovem: 2,50€
Idade igual ou maior a 65 anos: 2,50€
As visitas acontecem de terça a domingo.

Decidimos participar da visita guiada e conhecer o Museu.

Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa. Observem os desenhos de animais na pedra. Foto: Maria Eugênia.

Após a visita fomos comer alguma coisa (almoço??) no Restaurante Coa Museu que há no local. Logicamente que no horário que estávamos não havia almoço nem jantar hahaha, mas o pessoal do restaurante, extremamente gentis (acho que com pena da gente) nos preparou alguns sanduíches que nos salvaram a tarde.

Como chegar
Museu do Côa – Rua do Museu
5150-610 Vila Nova de Foz Côa, Portugal
Coordenadas GPS N 41º 4’ 47.51’’ W 7º 6’ 44.43’’
Vila Nova de Foz Côa localiza-se no Norte de Portugal, perto da fronteira com Espanha.

Nos despedimos do Museu com essa foto fantástica tirada pela Maria Eugênia e seguimos para Marialva. Era final da tarde, 18h50, mas como no verão em Portugal, anoitece tarde, achamos que dava e lá fomos nós!

Saindo do Museu do Côa
Saindo do Museu do Côa. Foto: Maria Eugênia

Marialva

Chegamos em Marialva já no final da tarde. Lamentavelmente não foi possível visitarmos o interior da muralha pois o horário de visitação já havia terminado, mas pelo que vi nos folhetos são ruínas espetaculares. Passeamos pela Aldeia na região extramuros e tiramos muitas fotos!

Marialva, a Torre de Menage.
Marialva, Portugal. A muralha e a Torre de Menage.

A Origem de Marialva parece remontar ao tempo da antiga cidade de Aravor, fundada pelos Turdulos no século VI antes de Cristo! Sim! Antes de Cristo!!! Esse castro*, situado no cume de uma elevação rochosa, foi o principal núcleo da comunidade dos Aravos, sendo conhecido por Castro dos Aravos.

Marialva, à esquerda a Capela Nossa Sra de Lourdes.
Marialva, à esquerda a Capela Nossa Sra de Lourdes.

Com a chegada dos Romanos o nome foi alterado para Civitas Aravorum, que foi reconstruida no tempo de Adriano e Trajano. Os Godos instalaram-se também aqui, primeira ocupação cristã, e mudaram o nome da vila para São Justo. Depois vieram os árabes que deram à cidadela o nome de Malva, que reconquistada por D. Fernando Magno de Leão em 1063, a chamou Marialva.

A muralha e a Torre do Campanário
A muralha e a Torre do Campanário

Despovoada pelas lutas da Reconquista, D. Afonso Henriques (1º Rei de Portugal) mandou repovoar e concedeu-lhe, em 1179, o primeiro foral. D. Sancho I (2º Rei de Portugal) reconquistou-a em 1200, quando o povoado extravasou a cerca amuralhada, formando-se assim o Arrabalde que apresenta uma malha urbana de traçado predominantemente medieval fonte: aldeiashistoricasdeportugal.com

Marialva. A Capela NS de Lourdes.
Marialva. A Capela NS de Lourdes e ao fundo as ruínas do Campanário.

*Castro são as ruínas ou restos arqueológicos de um tipo de povoado da Idade do Cobre e da Idade do Ferro característico das montanhas do noroeste da Península Ibérica, na Europa. Os povoados eram construídos com estruturas predominantemente circulares, revelando desde cedo a implementação de uma «civilização da pedra», quer nas zonas de granito quer nas de xisto. fonte: Wikipédia

Marialva - Porta do Anjo da Guarda ou Porta de São Miguel - a principal entrada na cidadela.
Marialva – Porta do Anjo da Guarda ou Porta de São Miguel – a principal entrada na cidadela.

Na foto abaixo, o Cruzeiro do século XV que deu nome ao Largo onde está implantado. Neste Largo se situavam as Casas de Judeus.

O Cruzeiro do século XV
O Cruzeiro do século XV e o Largo onde se situavam as Casas de Judeus.
Marialva, horários. Clique para ampliar
Marialva, horários. Clique para ampliar

#Dica: Se você gosta de conhecer locais com muito valor histórico, vá conhecer Marialva. Vá com tempo para curtir toda a beleza do local. Há ruínas dentro da Cidadela, é espetacular! Por mais que eu tivesse pesquisado antes de viajar, eu só fiquei sabendo dessa ruínas quando fui escrever para o blog. Fotografei os horários, para facilitar para quem quiser conhecer Marialva. Eu não tinha a metade dessas informações quando fui para Portugal.

Pelo resumo acima, dá para perceber que essa encantadora Aldeia tem muita história para contar. Por temos chegado tarde, vimos pouco de Marialva. 🙁

Marialva, Aldeia Histórica de Portugal.
Marialva, Aldeia Histórica de Portugal. Área externa à cidadela.

As Aldeias Históricas que conhecemos. Inspire-se  aqui e conheça, você vai gostar.  🙂
Trancoso || Marialva || Castelo Rodrigo || Belmonte || Sortelha || Monsanto || Idanha-a-Velha

Os posts dessa viagem, ou por onde andamos 
Portugal, um país para conhecer, curtir e voltar…
Chegando em Lisboa
– A Vila de Óbidos, a prenda de casamento da Rainha Santa Isabel
Mosteiro de Alcobaça, Pedro e Inês de Castro
O Mosteiro da Batalha, Aljubarrota e a promessa de D. João de Avis
Coimbra
Coimbra e Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
Coimbra em fotos
A Universidade de Coimbra
Braga, o Coração do Minho
Fotos do Santuário do Bom Jesus do Monte
Guimarães, Aqui Nasceu Portugal
A Quinta da Aveleda, o passeio e a degustação de vinhos
Guarda, a Serra da Estrela e as Aldeias Históricas de Portugal
A aldeia histórica de Trancoso e muitas emoções nesse dia
A aldeia de Marialva e o Museu do Côa
A aldeia de Castelo Rodrigo e a bronca das meninas
A aldeia de Sortelha em Portugal
A aldeia de Monsanto e a Casa da Tia Piedade
– Idanha-a-Velha, a última das aldeias que visitamos
e muito mais…
Foto de capa: Maria Eugênia

#Dica: Alugue um automóvel para viajar por Portugal. A gente merece conhecer lugares lindos como esse! 🙂 Faça um ensaio de locação com a Rentcars.

Há muitas opções de hospedagem na Serra da Estrela. Pesquise aqui. No booking.com você reserva, cancela e altera suas reservas com muita facilidade e consegue os melhores preços. Acesse e confira.

Booking.com - Melhor site de reserva de hotéis
Booking.com – O melhor site de reserva de hotéis

Referências
Museu do Côa
Aldeias Históricas de Portugal
Casa Real Portuguesa

Veja também

Escreva seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.