Marialva, à esquerda a Capela Nossa Sra de Lourdes.

A aldeia de Marialva e o Museu do Côa

Fomos para Marialva e acabamos descobrindo o Parque Arqueológico e Museu do Côa 🙂

Saímos de Trancoso por volta de 13h30, com destino a Marialva, a 2ª Aldeia Histórica que íamos conhecer. Marialva fica ao norte de Trancoso, 30 minutos de automóvel. O nosso GPS nos mandou pela autopista IP2, ainda bem rsss… Se você pesquisar no Google vai observar que há mais de uma estrada que liga Trancoso e Marialva. Eu sei que foi por essa que andamos, porque tirei uma foto desse trecho da estrada.

Rodovia IP2 entre Trancoso e Marialva, Portugal
Rodovia IP2 entre Trancoso e Marialva, Portugal

Aldeia Histórica não é onde o Google mostra a Freguesia de Marialva, é um pouco mais acima, onde está o Castelo de Marialva, Casas do Coro, Igreja de São Pedro, etc  a e aí o Google Street View já não te ajuda mais. Ficamos meio perdidos na região sem saber como chegar até o castelo quando minhas filhas viram uma indicação do Parque Arqueológico do Côa e da arte rupestre do paleolítico superior do Vale do Côa e resolveram que seria mais interessante ver as artes rupestres do que a aldeia, deixamos Marialva para trás e lá fomos nós…

Nos perdemos mais um pouco, ou “mais bastante” pois não tínhamos a mínima ideia de onde chegar nem como ver a arte rupestre, fomos na louca e sem programação. A Foz do Côa é onde o rio Côa desemboca no Douro, rá!

Foz do Côa
Rotatória onde pegamos o caminho errado.

Quando chegamos na rotatória, ao invés de pegarmos no sentido da cidade e museu, pegamos a estrada N222 sentido Castelo Rodrigo. Como na rotatória seguinte vimos uma placa indicando Gravuras Rupestres, seguimos o sentido da placa. Só que encontrar gravuras rupestres não é assim né! Não tínhamos a mínima ideia do que poderíamos ver nem de onde deveríamos ir, mas o erro nos valeu belas fotos 🙂

O Rio Côa, próximo de sua foz.
O Rio Côa, próximo de sua foz.

Paramos numa ponte e fizemos essas fotos do Rio Côa. Olhávamos e nada ao redor… Olhávamos para cima e víamos uma construção que achávamos que era o que poderia ser hahaha. Voltamos e conseguimos (não sei como) chegar ao Museu do Côa.

O Rio Côa, Portugal
O Rio Côa, Portugal

No Museu nos informaram que para conhecer os sítios arqueológicos deve-se ir em grupo, com um orientador local e que são locais de fácil, médio e difícil acesso. A marcação deve ser feita com antecedência, ou seja, não adianta chegar lá turistando como fizemos que não vai conseguir visitar os sítios, mas dá para conhecer o Museu que é bem interessante.

O Museu do Côa
O Museu localiza-se no alto da encosta, entre os rios Côa e Douro, à margem esquerda do Côa, numa região fantástica. As visitas ao museu são visitas guiadas e há custos, veja preços no site oficial do Museu. Há diferença de preço entre os períodos de alta e baixa temporada. Nós fomos na alta e os preços para o museu, quando fomos, eram:
Bilhete Normal: 5€
Portadores do cartão jovem: 2,50€
Idade igual ou maior a 65 anos: 2,50€
As visitas acontecem de terça a domingo.

Decidimos participar da visita guiada e conhecer o Museu.

Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa.
Museu do Côa. Observem os desenhos de animais na pedra. Foto: Maria Eugênia.

Após a visita fomos comer alguma coisa (almoço??) no Restaurante Coa Museu que há no local. Logicamente que no horário que estávamos não havia almoço nem jantar hahaha, mas o pessoal do restaurante, extremamente gentis (acho que com pena da gente) nos preparou alguns sanduíches que nos salvaram a tarde.

Como chegar
Museu do Côa – Rua do Museu
5150-610 Vila Nova de Foz Côa, Portugal
Coordenadas GPS N 41º 4’ 47.51’’ W 7º 6’ 44.43’’
Vila Nova de Foz Côa localiza-se no Norte de Portugal, perto da fronteira com Espanha.

Nos despedimos do Museu com essa foto fantástica tirada pela Maria Eugênia e seguimos para Marialva. Era final da tarde, 18h50, mas como no verão em Portugal, anoitece tarde, achamos que dava e lá fomos nós!

Saindo do Museu do Côa
Saindo do Museu do Côa. Foto: Maria Eugênia

Marialva

Chegamos em Marialva já no final da tarde. Lamentavelmente não foi possível visitarmos o interior da muralha pois o horário de visitação já havia terminado, mas pelo que vi nos folhetos são ruínas espetaculares. Passeamos pela Aldeia na região extramuros e tiramos muitas fotos!

Marialva, a Torre de Menage.
Marialva, Portugal. A muralha e a Torre de Menage.

A Origem de Marialva parece remontar ao tempo da antiga cidade de Aravor, fundada pelos Turdulos no século VI antes de Cristo! Sim! Antes de Cristo!!! Esse castro*, situado no cume de uma elevação rochosa, foi o principal núcleo da comunidade dos Aravos, sendo conhecido por Castro dos Aravos.

Marialva, à esquerda a Capela Nossa Sra de Lourdes.
Marialva, à esquerda a Capela Nossa Sra de Lourdes.

Com a chegada dos Romanos o nome foi alterado para Civitas Aravorum, que foi reconstruida no tempo de Adriano e Trajano. Os Godos instalaram-se também aqui, primeira ocupação cristã, e mudaram o nome da vila para São Justo. Depois vieram os árabes que deram à cidadela o nome de Malva, que reconquistada por D. Fernando Magno de Leão em 1063, a chamou Marialva.

A muralha e a Torre do Campanário
A muralha e a Torre do Campanário

Despovoada pelas lutas da Reconquista, D. Afonso Henriques (1º Rei de Portugal) mandou repovoar e concedeu-lhe, em 1179, o primeiro foral. D. Sancho I (2º Rei de Portugal) reconquistou-a em 1200, quando o povoado extravasou a cerca amuralhada, formando-se assim o Arrabalde que apresenta uma malha urbana de traçado predominantemente medieval fonte: aldeiashistoricasdeportugal.com

Marialva. A Capela NS de Lourdes.
Marialva. A Capela NS de Lourdes e ao fundo as ruínas do Campanário.

*Castro são as ruínas ou restos arqueológicos de um tipo de povoado da Idade do Cobre e da Idade do Ferro característico das montanhas do noroeste da Península Ibérica, na Europa. Os povoados eram construídos com estruturas predominantemente circulares, revelando desde cedo a implementação de uma «civilização da pedra», quer nas zonas de granito quer nas de xisto. fonte: Wikipédia

Marialva - Porta do Anjo da Guarda ou Porta de São Miguel - a principal entrada na cidadela.
Marialva – Porta do Anjo da Guarda ou Porta de São Miguel – a principal entrada na cidadela.

Na foto abaixo, o Cruzeiro do século XV que deu nome ao Largo onde está implantado. Neste Largo se situavam as Casas de Judeus.

O Cruzeiro do século XV
O Cruzeiro do século XV e o Largo onde se situavam as Casas de Judeus.
Marialva, horários. Clique para ampliar
Marialva, horários. Clique para ampliar

#Dica: Se você gosta de conhecer locais com muito valor histórico, vá conhecer Marialva. Vá com tempo para curtir toda a beleza do local. Há ruínas dentro da Cidadela, é espetacular! Por mais que eu tivesse pesquisado antes de viajar, eu só fiquei sabendo dessa ruínas quando fui escrever para o blog. Fotografei os horários, para facilitar para quem quiser conhecer Marialva. Eu não tinha a metade dessas informações quando fui para Portugal.

Pelo resumo acima, dá para perceber que essa encantadora Aldeia tem muita história para contar. Por temos chegado tarde, vimos pouco de Marialva. 🙁

Marialva, Aldeia Histórica de Portugal.
Marialva, Aldeia Histórica de Portugal. Área externa à cidadela.

As Aldeias Históricas que conhecemos. Inspire-se  aqui e conheça, você vai gostar.  🙂
Trancoso || Marialva || Castelo Rodrigo || Belmonte || Sortelha || Monsanto || Idanha-a-Velha

Os posts dessa viagem, ou por onde andamos 
Portugal, um país para conhecer, curtir e voltar…
Chegando em Lisboa
– A Vila de Óbidos, a prenda de casamento da Rainha Santa Isabel
Mosteiro de Alcobaça, Pedro e Inês de Castro
O Mosteiro da Batalha, Aljubarrota e a promessa de D. João de Avis
Coimbra
Coimbra e Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
Coimbra em fotos
A Universidade de Coimbra
Braga, o Coração do Minho
Fotos do Santuário do Bom Jesus do Monte
Guimarães, Aqui Nasceu Portugal
A Quinta da Aveleda, o passeio e a degustação de vinhos
Guarda, a Serra da Estrela e as Aldeias Históricas de Portugal
A aldeia histórica de Trancoso e muitas emoções nesse dia
A aldeia de Marialva e o Museu do Côa
A aldeia de Castelo Rodrigo e a bronca das meninas
A aldeia de Sortelha em Portugal
A aldeia de Monsanto e a Casa da Tia Piedade
e muito mais…
Foto de capa: Maria Eugênia

#Dica: Alugue um automóvel para viajar por Portugal. A gente merece conhecer lugares lindos como esse! 🙂 Faça um ensaio de locação com a Rentcars.

Há muitas opções de hospedagem na Serra da Estrela. Pesquise aqui. No booking.com você reserva, cancela e altera suas reservas com muita facilidade e consegue os melhores preços. Acesse e confira.

Booking.com - Melhor site de reserva de hotéis
Booking.com – O melhor site de reserva de hotéis

Referências
Museu do Côa
Aldeias Históricas de Portugal
Casa Real Portuguesa

Veja também

Deixe uma resposta