Visitando uma Fazenda Centenária no Sul de Minas

Fazenda São José da Vargem em Minas Gerais.

Conhecer uma fazenda centenária, ali pertinho de Caxambu é algo que eu não imaginava que pudesse fazer um dia….

A fazenda centenária São José da Vargem

Quando vi o programa dessa viagem, duas coisas me entusiasmaram: Conhecer São Tomé das Letras e tomar um Café Colonial numa Fazenda Centenária de Minas Gerais. Adoro coisas antigas, como Igrejas, casarões, mosteiros, etc. Qual a probabilidade de conhecer e tomar um café colonial numa fazenda centenária em Minas Gerais, caso eu viajasse por conta própria? Quase nula! Primeiro porque eu nem sabia da existência da Fazenda e segundo, que a gente não sai batendo na porta das fazendas e chegando assim do nada né? Mas agora eu sei, da próxima vez que visitar Minas Gerais, vou tentar tomar um café colonial na Fazenda São José da Vargem.

Fachada da Fazenda São José da Vargem em Minas Gerais.
Fachada da Fazenda São José da Vargem em Minas Gerais.

Era nosso 4º dia da viagem. No período da manhã ficamos em Caxambu e no meio da tarde fomos conhecer a Fazenda São José da Vargem. Situada no município de Baependi, na BR 267, Rodovia Vital Brasil, fica a 30 minutos de Caxambu.

Fazenda São José da Vargem, MG
Marita nos explicando sobre a Fazenda São José da Vargem, MG

O nome da fazenda já é um charme! Fomos recebidos por D. Marita e pela Sra. Miloca, as proprietárias da Fazenda. Marita, elegantérrima foi nos mostrando os cômodos da fazenda centenária e contando as histórias. Marita e Miloca são irmãs, foram criadas na fazenda que pertenceu a seus pais. Hoje elas abrem a fazenda para receber turistas e visitantes, desde que com agendamento prévio.

A varanda do casarão da Fazenda.
A varanda do casarão da Fazenda.

Passear pelos cômodos da Fazenda é um encontro com um passado que não vivemos. É um retorno ao tempo e nossos pais, avós ou bisavós.

Sala de Jantar da Fazenda São José da Vargem.
Sala de Jantar da Fazenda São José da Vargem.

As paredes da casa são feitas de adobe e pau a pique. Ela possui 19 cômodos e 35 janelas. Cada janela possui 32 vidros, no total são 1.120 vidros. Já imaginaram a trabalheira para limpar esses vidros? 😉

As janelas do casarão.
As janelas do casarão. Fazenda São José da Vargem, MG.

Logo na entrada, meu marido se deparou com um quadro com a árvore genealógica da família, mostrando a descendência a partir de Tibiriçá e Piquerobi. Ele me chamou, mostrou-me o quadro que fotografei e postei abaixo.

Árvore Genealógica
Árvore Genealógica e os caciques

Como também descendo deles dois, com orgulho de minha descendência indígena, chamei a Marita e lhe disse “somos primas, de vigésimo grau ou mais, mas somos” Com um sorriso largo ela me me disse “bem-vinda prima” deu-me um abraço e nós duas posamos para a foto. 😉

Fazenda centenária, as primas 🙂

Marita nos disse que o que há na fazenda, entre móveis e objetos, são da própria família. Cada peça desempenhou seu papel na vida da família e hoje decora o ambiente onde sempre esteve. Nenhum objeto foi comprado de terceiros para compor a decoração.

Fazenda São José da Vargem.
Fazenda São José da Vargem.

O Café Colonial

Depois de conhecermos o casarão, nos foi servido um delicioso café colonial nas dependências da Fazenda São José da Vargem.

Local onde é servido o café colonial
Local onde é servido o café colonial para grupos grandes (estávamos em 40 pessoas)

Esqueça o regime… só pense  nele quando voltar para casa, hahaha.

Café Colonial na Fazenda São José da Vargem, MG.
Café Colonial na Fazenda São José da Vargem, MG.

As irmãs Marita e Miloca decidiram abrir a fazenda para visitação de turistas e para sediar eventos, dando a oportunidade a mais pessoas de conhecer e curtir uma casa centenária em uma fazenda mineira.

Fazenda São José da Vargem
Eu e Miloca na beira do fogão à lenha na Fazenda São José da Vargem.

Para se deliciar com o café colonial na fazenda, é necessário agendamento prévio e um número mínimo de participantes. Quem estiver interessado pode falar com eles pelos contatos que coloquei abaixo.

Café Colonial na Fazenda São José da Vargem, MG.
Café Colonial na Fazenda São José da Vargem, MG.

Quem estiver viajando em um grupo pequeno, duas ou quatro pessoas, não há como atender como se atende um grupão, mas a Marita me disse que caso eles tenham algo agendado para um grupo maior, eles podem encaixar esses pessoas no café colonial. É um passeio muito legal! Se puder agende sua visita à fazenda, você vai amar.

Após o café colonial, já anoitecendo, nos despedimos de nossas anfitriãs com a certeza que levamos no coração um pouquinho das Minas Gerais. Acredito que essa visita marcou e despertou a emoção para muita gente de nosso grupo. Obrigada Marita, obrigada Miloca, até um dia, ou quem sabe, até breve ❤  ❤

Veja também

Caxambu || São Lourenço || São Tomé das Letras ||  Baependi ||
Uma Fazenda Centenária || Turistando no Sul de Minas

 

Fazenda São José da Vargem – contatos
telefones (35) 3343-1000 // (35) 3343-1095
celular (35) 99134-1261 //  (35)98844-3259  // (35) 98893-7362
e-mails: meirelles.in@gmail.com // italanicoliello@bol.com.br


Vai conhecer o Sul de Minas? Há muitas opções legais de hospedagem em Caxambu. Acesse e confira.

Os locais por onde andamos no Sul de Minas
Tem um post para cada lugar. 🙂 Clique para ler.
Turistando no Sul de Minas
Caxambu e o Parque das Águas
São Tomé das Letras, a cidade das pedras
Visitando uma Fazenda Centenária no Sul de Minas
Baependi, a terra de Nhá Chica
São Lourenço e suas águas curativas

Tchau, Marita, tchau Miloca, até um dia!

7 comments

  1. Hoje 22/03/2019 estivemos eu, esposa e mais um grupo do Sesc de Teresópolis com a Marita e a Miloca na fazenda de São José de Vargem. Fomos excepcionalmente bem recebidos por estas duas criaturas especiais e sua equipe. No café colonial, tudo muito bem preparado e delicioso, da gastronomia mineira, depois conhecemos o casarão desta fazenda centenária com uma volta ao passado e terminamos com uma prosa na cozinha a beira do fogão a lenha, e as bênçãos de Nhá Chica.
    O nosso muito obrigado pelo carinho!
    Renato Gonçalves Muniz

    1. Oi Renato, bom dia! Passei sua mensagem para a Marita e para a Miloca.
      Também achei um show essa visita à fazenda São José de Vargem. Eu gostaria de um dia poder voltar para lá, levando minha família para conhecer. 🙂

  2. tambem estivemos na fazenda em excursao no dia 28 de abril. Marita e Miloca sao queridas e acolhedoras.Miloca me ensinou algumas receitas. Do pudim de leite, do nhoque que nao vai batata.Adorei o café colonial. Beijos p Marita eMiloca

    1. Estive na fazenda no dia 03/07 Que passeio maravilhoso…Tudo lindo! O almoço delicioso,doces caseiros,hunn…Eu Quero voltar em breve.Abraços Marita. Valeu!

    1. Espetacular né? Eu tinha vontade de ficar sentada naquele terraço esperando a noite chegar e ficar olhando para um céu forrado de estrelas com aquele cheiro de mato perfumando o ambiente! Oh sonho! 🙂

Escreva seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: