Conhecendo o Chile no verão

Tenho pavor de terremoto, de vulcão e furação… e não é que estou eu no Chile o país que sempre está sendo sacudido por algum terremoto? Não ocorreu nenhum no período que estive lá (ainda bem…) e foi uma das melhores viagens que eu fiz. ❤ ❤

Dizer que conhecemos o Chile é muita ousadia, o Chile tem 4.630 km no sentido norte-sul e muita coisa linda para Conhecer e Curtir, talvez ficasse melhor assim “Conhecemos um pedacinho do Chile no verão”. Visitamos a região de Santiago e do Deserto do Atacama que é a coisa mais linda, mais impressionante, mas deslumbrante que vi nessa viagem.

O avião passa pertinho do monte Aconcágua na Cordilheira dos Andes.
O avião passa pertinho do monte Aconcágua na Cordilheira dos Andes.

Fomos para o Chile no verão de 2014, mais precisamente no início de janeiro. O planejamento da viagem aconteceu como sempre costumamos fazer, conversa em família para escolher um destino dentro das nossas limitações que são: o período que é possível viajar (depende das atividades profissionais e das aulas da universidade), a duração da viagem e o custo. Como já comentei em outros posts, nosso padrão de viagem é econômico com algum conforto, nem mochilão e nem alto luxo.

Santiago do Chile com forte poluição pelas queimadas florestais de 2014.
Santiago do Chile com forte poluição pelas queimadas florestais de 2014.

Como era janeiro, as nossas opções eram Brasil e nossos vizinhos na América Latina. Escolhemos o Chile. A duração da viagem dependia do preço das passagens aéreas, naquele esquema que tem dias mais baratos e outros mais caros… o Skyscanner ajuda nisso. Encontramos passagens num bom preço, pela LAN, saindo do Brasil no dia 3 de janeiro e retornando em 16 de janeiro, duração de 14 dias contando com os dias de deslocamento. Estudamos a opção da região dos lagos e a opção do deserto do Atacama e optamos pelo deserto. Nossa viagem ficou assim: cinco dias completos em Santiago e cinco dias completos no Atacama, os outros são dias perdidos em deslocamento. Até aqui, beleza! Compramos as passagens Brasil-Chile para garantir o preço e depois vemos como “recheamos a viagem” como sempre fizemos.

Que o Chile é um país estreito e longo todo mundo sabe, é só olhar o mapa, mas alguém já parou para pensar o quão longo ele é? Que a distância entre os pontos turísticos do Chile é enorme?

Depois de compradas as passagens de ida e volta para Santiago é que fui pesquisar como chegar em San Pedro de Atacama. De carro era longe demais, 1.640 km, mais de 18h de viagem e pesava o meu medo do deserto. De avião era o mais prático, 1h50 até Calama e depois aproximadamente 100km de transporte terrestre até San Pedro, então, partimos para comprar as passagens de Santiago para Calama. Parece fácil, entra-se no site da companhia aérea, escolhe data e horário, passa o cartão de crédito e confirma a compra, não é assim? Não, não é!

Santiago Chile vista noturna, linda!
Santiago vista noturna, linda!

Por um motivo que só a LAN explica (ou não explica) o preço da passagem Santiago-Calama-Santiago que pelo site chileno da LAN saía por R$282,00, pelo site brasileiro ficava em quase 4 mil reais, um absurdo de valor considerando que Curitiba-SP-Santiago-Curitiba custava R$1.230,00 já com as taxas !!!

Pelo site chileno (que era barato) não conseguíamos comprar pois quando colocávamos nacionalidade brasileira éramos direcionados para o site brasileiro, tentamos trocar a bandeira do cartão, testamos com Master, com Visa, tudo igual. Já estávamos pedindo socorro para um amigo de meu filho que é chileno, quando a Maria Eugênia, minha filha, conseguiu comprar as passagens pelo preço chileno. Como, até hoje não sei… 😉

Passado susto e o stress da compra das passagens aí foi só organizar os roteiros e fechar as reservas de hospedagem, transfer, passeios, etc. Acho que hoje não existe  essa diferença de preço, não sei.

#Dica: Se quiser ver o monte Aconcágua de pertinho, na ida para o Chile escolha um assento no lado direito do avião.

Resumo de nossa viagem
✦ Duração da viagem 14 dias, período verão.
✦ Viajamos sempre que é possível, em família. Nessa viagem estávamos em cinco adultos:  meu marido e eu e nossos três filhos jovens.
✦ Não visitamos as regiões de neve, no verão não há neve.
✦ Compramos as passagens aéreas pela LAN com a complicação que contei acima.
✦ Fizemos as reservas da hospedagem em Santiago pelo booking.com.
✦ Escolhemos a região da Providencia para ficarmos hospedados em Santiago. Ótima região, mas como nosso flat era na Av Nueva Providencia tinha muito barulho da rua. Muito mesmo!!!!
✦ Reservamos o transfer do Aeroporto Arturo Merino Benitez (Pudahuel) para Santiago (região Providencia) pela internet. Fizemos a reserva com a empresa Transvip. Reserva antecipada e pagamento na hora de usar o transfer. Super tranquilo e confortável. O aeroporto é próximo, até a região da Providência dá aproximadamente 20 km.
✦ No balcão da Transvip já reservamos o transfer do hotel (flat) ao aeroporto para nossa viagem ao Atacama. A Transvip oferece o serviço de transfer exclusivo e transfer compartilhado. Como estávamos em cinco pessoas pegamos o exclusivo.
✦ Em Santiago andamos de metrô e a pé, não usamos táxi.
✦ Utilizamos o Cambios Santiago (na Providencia) para a troca de moeda. Trocamos dólares e também reais. A vantagem do Cambios Santiago é que eles tem um site na internet com o valor do câmbio do dia (ou da hora), então quando a gente chega lá, sabe exatamente qual o valor a ser pago e não há taxas adicionais, além de ficar super perto de nosso local de hospedagem.
#Dica: Conheça o dinheiro chileno aqui bcentral.cl  ou aqui Cambios Santiago

Bandeira chilena da Plaza de la Ciudadania.
Bandeira chilena da Plaza de la Ciudadania.

Hospedagem em Santiago
Em Santiago o booking oferece várias opções como hotel, hostel, e o que eles classificavam (em janeiro de 2014) como apart-hotel. Esses apart-hotel são na realidade apartamentos, flats em um edifício residencial. Então, embora haja portaria 24 horas, não é portaria de hotel que está lá para atender e paparicar os hóspedes, é uma portaria de um edifício residencial. Pesquisando os endereços vocês podem observar que várias empresas distintas oferecem a hospedagem no mesmo endereço isso porque cada uma comprou uma quantidade x de unidades habitacionais no mesmo imóvel. Acho importante saber disso para não ter surpresa quando chegar lá. No flat que nós ficamos, havia num outro apartamento, um casal de brasileiros onde a esposa estava histérica gritando com o marido pela “espelunca” que ele escolheu, ele dava risada… nós escutávamos o escândalo do corredor… Não é uma espelunca, é um flat confortável com duas suites, mais sala e cozinha conjugadas, mas essa senhora provavelmente esperava um hotel com toda a sua pompa e circunstância 🙂

Santiago, Chile - Um dos quarto do flat.
Santiago, Chile – Um dos quarto do flat.

Para saber mais dessa viagem acesse os outros posts. Para montarmos nossos roteiros de viagem nós pesquisamos vários blogs de viagem e as avaliações no Tripadvisor. Se o que escrevemos aqui puder ser útil na montagem de seus roteiros ficamos felizes por termos contribuído para isso. Se quiser contar sobre sua viagem ou se quiser mais detalhes sobre o que conhecemos, deixe uma mensagem nos comentários.

Vale da Morte no Deserto de Atacama, lindo! Como não amar?
Vale da Morte no Deserto de Atacama, lindo! Como não amar?

Posts dessa viagem
Conhecendo o Chile no verão
Cinco dias em Santiago, Chile
O Cerro Santa Lucía e o sorvete de rosas
Urbn Stgo – museu a céu aberto
Viña Undurraga, um passeio divertido
Viña del Mar e Valparaíso, o passeio que deu errado
Os textos sobre o deserto do Atacama logo virão para o blog. O Atacama foi o lugar mais lindo que eu já vi.

Booking.com

Links úteis
Reserva de hotéis booking.com
A empresa  Transvip www.transvip.cl
Cambios Santiago www.cambiosantiago.cl

Veja também

2 comentários sobre “Conhecendo o Chile no verão

  1. Obrigado por compartilhar com outras pessoas sua experiência de Viagem. Também gosto de fazer isto, porém utilizo apenas o TripAdvisor.
    Será que você lembra o nome do Flat que vcs ficaram?

    1. Lembro sim Marcos, reservei pelo booking e ele guarda as reservas antigas 😉
      Ficamos cinco dias nesse flat do link abaixo. Ele fica na Av. Nueva Providencia 2170. É muito parecido com o que mostra a foto, confortável para 4 pessoas. A quinta pessoa dorme na sala e o sofá-cama é bem desconfortável. O flat para 4 ou 5 pessoas tem dois quartos, dois banheiros e uma sala conjugada com cozinha. Se vc chegar fora do horário de expediente comercial, eles deixam a chave do flat na portaria, vc chega, pega a chave e entra. Vai acertar a conta no dia seguinte. O macete nesse tipo de hospedagem é trocar vários e-mails com eles detalhando bem o quer quer, o horário que vai chegar, perguntar sobre como pegar a chave e um dia antes mandar um novo e-mail avisando que está indo. https://www.booking.com/hotel/cl/premium-tours.pt-br.html?aid=828499;sid=613325c5a0890a29e5d59bf02757775c;dcid=5
      Quando voltamos do Deserto do Atacama fizemos mais um pernoite em Santiago, antes retornarmos ao Brasil e dessa vez nesse aqui. Esse tem janela antirruído o que reduz bastante o nível de ruído da rua. Como estávamos em cinco pessoas, eles colocaram uma terceira cama na sala o que deu mais conforto que o anterior. A administração desse era muito mais confusa. https://www.booking.com/hotel/cl/m-montt-apartamentos-amoblados.pt-br.html?aid=828499;sid=613325c5a0890a29e5d59bf02757775c;dcid=2
      Ambos foram reservados pelo http://www.booking.com/index.html?aid=828499
      Se quiser mais alguma informação, escreva.

Deixe uma resposta