O que conhecer em Bremen, a encantadora cidade hanseática do norte da Alemanha

A cidade de Bremen no norte da Alemanha

Famosa pelo conto “Os Músicos de Bremen” dos irmãos Grimm, Bremen é uma cidade-estado que merece entrar no roteiro de viagem de quem vai turistar pelo norte da Alemanha.

Bremen, junto com Hamburgo e Lübeck pertenceu à Liga Hanseática, que consistia em uma aliança de cidades mercantis alemães ou de influência alemã e que estabeleceu um monopólio comercial em quase todo o norte da Europa no final da idade média. A cidade possui um importante porto e a universidade de Bremen com seus cursos internacionais, atrai estudantes do mundo inteiro.

Centro Histórico de Bremen, Alemanha.
O Centro Histórico de Bremen, Alemanha.

Fiz de Bremen a minha “estação base” nessa viagem ao norte da Alemanha. Em Bremen esqueça o carro, ela é uma cidade bem servida de transporte público e dá para conhecer praticamente tudo com transporte público e a pé.

O que ver e conhecer em Bremen

Os músicos de Bremen.
Os músicos de Bremen. Foto: Maria Eugênia

Há muita coisa para conhecer em Bremen, mas alguns pontos turísticos são famosos e “obrigatórios” para quem está turistando na cidade pela primeira vez.

Locais para conhecer: o Schnoor Viertel, a Markplatz, a Böttcherstrasse, o rio Weser, o Viertel, os parques de Bremen e se for na época de Natal, as Feiras de Natal e Medieval que acontecem em paralelo, são alguns dos pontos turísticos e de interesse que eu destaco como principais.

Na Markplatz (praça do comércio) e seu entorno está o edifício da Prefeitura (Rathaus), a estátua do Roland, a Catedral de São Pedro (St. Petri Dom), a escultura dos músicos de Bremen, o edifício da Câmara de Comércio (Haus Schütting), a Igreja de Nossa Senhora (Unser Lieben Frauen). Bastante próximo da Markplatz está o edifício da Bolsa do Algodão de Bremen (Bremer Baumwollbörse).

A cidade possui uma extensa cobertura de área verde, distribuída entre parques e jardins. Não deixe de conhecer o parque Osterdeich, o Wallanlagen e o parque Bürgerpark, são todos bem centrais.

Há ainda diversos museus e as universidades de Bremen que valem uma visita.

Schnoor Viertel

O Schnoor é o bairro mais antigo de Bremen. É formado por ruelas estreitas com casinhas no estilo enxaimel alinhadas como contas em uma cordão. Esse alinhamento das casas deu o nome do bairro. “Snoor” em baixo-alemão significa corda.

O Schnoor Viertel em Bremen, Alemanha.
O Schnoor Viertel em Bremen, Alemanha.
O Schnoor Viertel em Bremen, Alemanha.
Schnoor Viertel, Bremen. Eu morrendo de frio com meu casaco do Brasil. 🙁 .

Antigamente o Schnoor era o bairro onde viviam marinheiros e pescadores, hoje é uma região turística cheia de lojinhas, cafés e restaurantes que atraem turistas que lotam suas ruelas. O bairro também possui diversos estabelecimentos culturais, como teatros, galerias e museus. Não importa se é verão ou inverno, o Schnoor está sempre cheio de gente.

Schnoor Viertel, Bremen. Na época do Natal.
O Schnoor Viertel em Bremen na época do Natal.

Markplatz

A Markplatz (Praça do Mercado) de Bremen, Alemanha.
A Markplatz de Bremen, Alemanha. Foto: Maria Eugênia.

Markplatz é a praça do mercado, a praça principal do Centro Histórico (Historische Altstadt) de Bremen. Na praça do mercado está a estátua do Roland, o edifício da Prefeitura (Rathaus), ambos reconhecidos como Patrimônio Mundial pela Unesco. Aqui também está a belíssima Catedral de São Pedro (St. Petri Dom), a Câmara do Comércio e um encantador conjunto de edifícios antigos com arquitetura típica.

A Markplatz de Bremen e a estátua do Roland - Alemanha.
A Markplatz de Bremen e a estátua do Roland – Alemanha. Foto: Maria Eugênia

Quando fui visitar Bremen acontecia na Markplatz a tradicional Feira de Natal. A Feira de Natal é linda, mas é tanta barraquinha e gente circulando que se torna difícil apreciar a arquitetura do local.

A Feira de Natal na Markplatz de Bremen, Alemanha.
A Feira de Natal na Markplatz de Bremen, Alemanha.

Edifício da Prefeitura (Rathaus)

Construído entre 1405 e 1410, o prédio da Prefeitura de Bremen é considerado pelos alemães a joia da coroa da Praça do Mercado. Um edifício belíssimo com fachada no estilo Weser-renascentista e segundo o site oficial de turismo da cidade de Bremen, é a única prefeitura européia construída no final da Idade Média que não foi destruída ou alterada, conseguindo sobreviver em sua forma original ao longo dos séculos.

Edifício da Prefeitura de Bremen (Rathaus).
Edifício da Prefeitura de Bremen (Rathaus).

É possível fazer visita guiada ao interior do edifício da prefeitura, nós não fizemos, mas quem tiver interesse pode pesquisar preços e condições no site oficial de turismo da cidade (link no final do post).

Detalhe da fachada do edifício da Prefeitura (Rathaus) de Bremen.
Detalhe do edifício da Prefeitura de Bremen (Rathaus). Foto: Maria Eugênia.

#Dica: Quem estiver pesquisando sobre o que conhecer em Bremen, pode se deparar com alguns sites ou blogs referindo-se ao edifício da Prefeitura (Rathaus) como Câmara Municipal. Se encontrarem algo assim estão falando do mesmo edifício. Se você colocar Rathaus no tradutor do Google para o Português, ele vai traduzir para prefeitura, mas se passar pelo inglês, ele vira um town hall que traduzindo para o português se transforma em câmara municipal 🙂

Estátua Roland

Estátua do Roland na Markplatz em Bremen, Alemanha.
Estátua do Roland na Markplatz em Bremen, Alemanha.

Roland é um personagem legendário herói alemão, símbolo de liberdade e direitos comerciais. Várias cidades medievais alemãs possuem estátuas de Roland em suas praças de mercado, simbolizando a independência comercial e jurídica. A estátua mais famosa é a de Bremen. Datada de 1405, a estátua de mais de 600 anos faz parte da lista de Patrimônio Mundial da Unesco. Outras cidades alemãs também possuem estátuas do herói e no Brasil, há uma estátua de Roland na cidade de Rolândia que fica no norte do Paraná, na região metropolitana de Londrina. O nome da cidade paranaense foi dado em homenagem a Roland.

Segundo a lenda, Roland era sobrinho do imperador romano Carlos Magno e morreu heroicamente lutando contra os mouros da Península Ibérica. Lembram que falei no post sobre Hamburgo que o Carlos Magno estava em todas?? Olha ele aqui! 😉

Entre o edifício da Prefeitura (Rathaus) e a estátua do Roland, passam os trams, que são veículos elétrico de transporte de passageiro, seria o nosso bonde ou ônibus elétrico. O curioso é que na época da Feira de Natal, tem tanta gente na praça que para o tram passar, um funcionário vai andando a pé na frente do comboio tocando um sino para afastar as pessoas que estão calmamente paradas sobre os trilhos. 🙂

Bremen, Alemanha, Feira de Natal.
Observe a quantidade de gente andando sobre os trilhos do tram entre a estátua do Roland e a Prefeitura, no lado direito da foto.

Catedral de São Pedro (St. Petri Dom)

St. Petri Dom, Bremen -Alemanha. A Catedral de São Pedro
St. Petri Dom, Bremen – Alemanha. Foto: Maria Eugênia.

A Catedral de São Pedro é uma Igreja protestante/luterana. Construída no estilo gótico da 1ª metade do século XIII tem uma história de mais de 1.200 anos e é um dos edifícios mais emblemáticos de Bremen. Durante os tempos turbulentos da Reforma, a Catedral que originalmente era católica tornou-se calvinista e depois luterana.

Para mim foi uma surpresa descobrir que a Catedral era Luterana, pelo meu pouco conhecimento religioso, achei que era católica.

Preços e horários
A visita à Catedral e à cripta é gratuita.
A Catedral fecha alguns dias do ano como 1º de maio, Natal e Ano Novo e em atos eclesiásticos e eventos comunitários que exigem um fechamento. Ocorrem também apresentações musicais que são pagas, nessa situação não é possível entrar gratuitamente.

Catedral – horários
Segunda à sexta-feira: das 10h às 17h
Sábado: das 10h às 14h
Domingo: das 14h às 17h
De junho a setembro de segunda às sextas e domingo até as 18h.

A nave da Catedral de São Pedro de Bremen, Alemanha.
A nave da Catedral de São Pedro de Bremen.
St. Petri Dom. A Catedral de São Pedro, Bremen - Alemanha.
St. Petri Dom. A Catedral de São Pedro, Bremen – Alemanha.
Interior da Catedral de São Pedro de Bremen, Alemanha.
Interior da Catedral de São Pedro de Bremen.
A cripta da Catedral de São Pedro de Bremen, Alemanha.
A cripta da Catedral de São Pedro de Bremen.

É possível subir na torre. A subida à torre e a visita ao Museu da Dom tem custo. Para ver os custos e horários, acesse o site oficial da St. Petri Dom (em alemão).

Na época de Natal, acontecem vários eventos (gratuitos ou não) nas Igrejas. Na Catedral, assistimos a apresentação de um coral.

Escultura dos Músicos de Bremen

A escultura em bronze dos músicos de Bremen (Bremen Stadtmusikanten) descreve os personagens do conto de fadas escrito pelos irmãos Grim. São personagens dessa história um galo, um gato, um cachorro e um burro. A escultura foi criada em 1951 pelo artista Gerhard Marcks e é um dos símbolos da cidade. Ela está localizada ao lado do edifício da Prefeitura (Bremen Rathaus).

Os músicos de Bremen. Alemanha
Os músicos de Bremen. Alemanha. Foto: Maria Eugênia.

Diz a lenda que se a pessoa tocar as patas do burro e fizer um pedido, esse pedido será realizado. Eu fiz o meu pedido.

O mais difícil foi tocar as patas do burro e conseguir fazer a foto sem ter um monte de gente junto. 🙂

 

Edifício da Câmara de Comércio (Haus Schütting)

Uma belíssima construção localizado na Marktplatz do lado oposto ao edifício da Prefeitura. O edifício foi construído em 1537-1538 por Johann den Buschener no estilo dos edifícios renascentistas de Flandres. Em 1594, na reforma da fachada foi acrescentado, acima da porta principal, o brasão dos comerciantes (mercadores) de Bremen.

Câmara do Comércio de Bremen, Alemanha.
Câmara do Comércio de Bremen na Markplatz.

Igreja de Nossa Senhora (Unser Lieben Frauen)

A Igreja de Nossa Senhora é uma Igreja protestante com quase 1000 anos de história. Ela se destaca na paisagem de Bremen, com uma única torre com espira pontiaguda. Assim como na Catedral de São Pedro, a música também está muito presente na Igreja de Nossa Senhora. No segundo domingo de cada mês, uma cantata de Bach é geralmente realizada no culto.

Da esquerda para a direita:A Igreja de N. Sra, a Prefeitura e a Catedral de Bremen.
Da esquerda para a direita: A Igreja de N. Sra, a Prefeitura e a Catedral de Bremen. Foto: Maria Eugênia

As igrejas impressionam por sua grandiosidade e beleza. Quando entramos na Unser Lieben Frauen, havia uma audição de piano e um pouco mais atrás de onde o pianista se apresentava vimos mesas, cadeiras e uma movimentação de pessoas. Quando acabou a audição fomos ver o que acontecia lá e estavam servindo um Kaffee und Kuchen (café e bolo). Cada torta mais bonita que a outra que estava difícil escolher… e o melhor, é que era super barato.

Igreja de Nossa Senhora - Unser Lieben Frauen - Bremen.
Igreja de Nossa Senhora – Unser Lieben Frauen – Bremen.

Bolsa do Algodão de Bremen (Bremer Baumwollbörse)

Passeávamos pelo Centro Histórico da cidade quando nos deparamos com um edifício com um hall de entrada maravilhoso. Era um edifício público mas não sabíamos o que era. Abrimos a porta e minha filha (que fala alemão) preguntou ao Sr. da portaria o que era aquele edifício e ele explicou que ali era a Bolsa do Algodão. E foi assim, meio por acaso, que conhecemos a Bolsa do Algodão de Bremen.

O edifício foi construído entre 1900 e 1902. O Hall de entrada é decorado com maravilhosos mosaicos e a escadaria impressiona por uma beleza.
Localização: Wachtstraße 17-24, Bremen

A escadaria do hall da Bolsa do Algodão em Bremen, Alemanha
A escadaria do hall da Bolsa do Algodão em Bremen.
Os mosaicos do hall do edifício da Bolsa do Algodão em Bremen, Alemanha.
Os mosaicos do hall do edifício da Bolsa do Algodão em Bremen.

#Curiosidade: Você sabia que as notas de euro possuem cerca de 98% de algodão na sua composição?
#Curiosidade 2: E você sabia que o Brasil está entre os cinco maiores produtores de algodão o lado de países como China, Índia, EUA e Paquistão?

Esculturas

A cidade de Bremen é cheia de esculturas. Encontrei algumas nos caminhos por onde andamos, algumas meio estranhas.

Uma escultura em Bremen, Alemanha
Uma escultura em Bremen. Não sei o significado dela.
Escultura no centro da cidade de Bremen, Alemanha.
Escultura em Bremen. Ops! Desculpem o ângulo. 😉

Outras que eu vi, achei muito bonitas como esta do Schnoor.

Escultura localizada no Schnoor, Bremen.
Escultura localizada no Schnoor, Bremen.

Böttcherstrasse

A Böttcherstrasse, Bremen, Alemanha.
A Böttcherstrasse.

A Böttcherstrasse é uma rua estreita de aproximadamente 100 metros, que assim como o Shnoor, abriga lojas, restaurantes e museus. O nome Böttcherstrasse deriva dos toneleiros (böttcher) que antigamente moravam e trabalhavam lá (toneleiro é quem constrói ou fabrica tonéis ou barris).

No início do século 20, Ludwig Roselius, um comerciante de café local, começou a comprar as casas em ruínas na rua. Seu principal objetivo era um retorno à cultura tradicional alemã na língua, arte e artesanato.

Ele reconstruiu completamente a Böttcherstrasse, resultando em uma criação arquitetonicamente notável. Com a participação dos arquitetos Bernhard Hoetger, Eduard Scotland e Alfred Runge, Roselius transformou o caminho entre a Marktplatz e o Rio Weser em uma rua de casas projetadas com estilo arquitetônico, tendo uma mistura de Art Deco e construção em tijolos.

A Böttcherstrasse em Bremen - Alemanha.
A Böttcherstrasse em Bremen.

É nessa rua que está a fábrica de bombons de Bremen e o espetacular carrilhão composto por 30 sinos de porcelana Meissen, que tocam canções de marinheiros e canções folclóricas tradicionais. A torre ao lado do prédio do carrilhão possui 10 painéis esculpidos em madeira representando as travessias marítimas.

No alto do edifício, o carrilhão composto por 30 sinos em Böttcherstrasse , Bremen.
No alto do edifício, o carrilhão composto por 30 sinos em Böttcherstrasse , Bremen.

#Curiosidade: Foi na casa de nº 6 da Böttcherstrasse que Ludwig Roselius fundou a empresa que produziu o primeiro café descafeinado do mundo, isso em 1906.

O Rio Weser

O Rio Weser corta a cidade de Bremen. Antigamente as margens do Rio Weser era tomada por navios mercantes. Hoje, onde funcionavam armazéns, há bares e restaurantes. É nessa região que na época e Natal acontece a Feira Medieval.

O rio Weser em Bremen, Alemanha.
O rio Weser em Bremen.O Viertel

Viertel

O Viertel é a área boêmia de Bremen. Com seus bares, pubs, lojas, supermercados de comida orgânica, arte, teatros e museus é o local do ponto de encontro e vida noturna da cidade. Há sempre algo acontecendo ali. É composto pelos distritos de Ostertor e Steintor e fica localizado próximo ao centro histórico. No verão o Viertel ganha vida própria e festas espontâneas são comuns na rua, veja mais sobre o Viertel no próximo post.

Os parques de Bremen

A cidade possui mais de 2 mil hectares da área urbana com cobertura verde. São inúmeros parques e jardins espalhados pela cidade. Conheci os parques Osterdeich, Bürgerpark e o Wallanlagen.

O Osterdeich é a extensa área verde às margens do Rio Weser. Dali dá pra ver o pôr do sol sobre o Weser. É um bonito espetáculo mesmo no inverno, basta ter sol, o que não acontecia todos os dias. 🙂

O Bürgerpark parque é enorme! Muito procurado pelos moradores de Bremen, ele está localizado atrás da Estação Central. Possui trilhas, lago, restaurantes e cafeterias em seu interior e há um hotel de luxo.

Parque estadual Bürgerpark em Bremen, Alemanha
Parque estadual Bürgerpark em Bremen.

O Wallanlagen é o parque da muralha. No interior do parque se encontra um dos cinco moinhos de vento dos séculos XVII e XVIII da cidade de Bremen e que foram preservados até hoje. O moinho atualmente abriga um café, mas até 1947 a farinha ainda era moída ali.

Wallanlagen parque em Bremen, Alemanha. O parque do moinho.
Wallanlagen parque em Bremen. O parque do moinho.
O Wallanlagen parque na primavera. Bremen, Alemanha.
O Wallanlagen parque na primavera. Bremen. Foto: Maria Eugênia.

No passado, muralhas protegiam a cidade de seus invasores. Hoje, trechos da antiga muralha ainda podem ser visto no parque. O formato do parque é curioso, ele é em ziguezague.

As feiras de Natal e Medieval

Em dezembro acontecem as feiras de Natal e Medieval de Bremen. A Feira de Natal ocupa o espaço da Markplatz enquanto a Feira Medieval acontece às margens do Rio Weser. A feira abrange os 4 domingos de advento que são os 4 domingos antes do Natal e termina no dia 23 de dezembro. Ela começa com um show de fogos em um barco no Rio Weser, na região do Schlachte, onde acontece a Feira Medieval.

A Feira de Natal de Bremen, Alemanha
A Feira de Natal de Bremen.

Por ser Bremen uma cidade portuária, sua Feira Medieval tem muitos personagens ligados a esse lado. Encontramos muitos piratas por lá. 🙂

A Feira Medieval e o pirata português :) Bremen, Alemanha.
A Feira Medieval e o pirata português 🙂 Bremen, Alemanha.

Tem barraquinha vendendo de tudo, além é claro das barracas de comida típica e do famoso Glühwein (vinho quente). O Glühwein é uma bebida tradicional de Natal muito vendida nas feiras de Natal das cidades alemãs. Ela lembra nosso quentão das festas juninas. É feito com vinho tinto (ou branco), laranja, pau de canela, especiarias, açúcar ou mel e cardamomo.

Barraquinha de Gluhwein na feira de Natal em Bremen.
Barraquinha de Gluhwein na feira de Natal em Bremen.
Caneca do meu Glühwein de Bremen.
Caneca do meu Glühwein de Bremen.

O Glühwein é servido em canecas decoradas, cada barraca tem o seu modelo. Na hora de comprar paga-se pelo Glühwein e paga-se uma caução pela caneca. Se devolver a caneca eles devolvem o dinheiro, caso queira ficar com a caneca o valor da caução é o preço da caneca.  Essa é a minha caneca que comprei para trazer para o Brasil.

Na foto abaixo, eu tomando Glühwein de vinho branco, em outra caneca, foram muitos Glühwein, hahaha.

Eu e meu Glüwien
Eu e meu Glüwien

Universidade de Artes de Bremen

A Universidade de Artes de Bremen (Hochschule für Künste Bremen) está sediada num antigo armazém do antigo porto da cidade. O prédio foi construído entre 1908 e 1912 e tem impressionante 400 metros de comprimento. Além da Universidade de Artes, ele abriga escritórios, um museu e restaurante. Quem tiver um tempinho extra pode pegar o ônibus linha 20 e passear por lá. Como é nesta Universidade que minha filha faz seu mestrado, ela me levou para conhecê-la. O ponto da linha 20 no centro da cidade é em frente à Estação Central (Hauptbahnhof).

Fachada do prédio da HFK, Universidade de Artes de Bremen, Alemanha.
Fachada do prédio da HFK, Universidade de Artes de Bremen, Alemanha.

Ao escrever este post, descobri que a HFK é um dos edifícios da cidade considerado pelo renomado ator e diretor Knut Schakinnis como um dos três pontos turísticos imperdíveis da cidade de Bremen.

Melhor época para visitar

A melhor época do ano para visitar Bremen é na primavera e verão europeu quando os dias são mais longos, o clima é mais ameno e os parques da cidade estão floridos. Para quem vai nessa época, a dica é curtir os parques e as atividades ao ar livre.

Bremen, Schlachte
Que tal uma cervejinha nos bares da beira do rio?

Para quem vai no inverno a dica é entrar nos cafés ou nas igrejas para recuperar a temperatura. Aproveita, toma um belo cappucino ou o famoso Kaffee und Kuchen alemão. Se for em dezembro, curta todas as feiras de Natal das cidades. No inverno anoitece cedo e é bem frio para o padrão brasileiro, peguei temperaturas de até -2º com sensação térmica de -5º.

Um dos muitos cafés que tomamos em Bremen.
Um dos muitos cafés que tomamos em Bremen.

E o que fazer em Bremen no verão?

Na primavera e verão é quando a cidade se enche de flores, é quando acontecem os festivais, os shows nos parques e mais um mundo de coisas. Além de tudo que você já vi aqui, se visitar Bremen no verão tem muito mais. Veja aqui as dicas de  18 coisas fazer em Bremen no verão além de tudo isso que vc já viu neste post. 😉

Bürgerpark , Bremen, Alemanha
O Bürgerpark no verão

Onde se hospedar em Bremen

Não posso passar minha experiência de um hotel em particular porque fiquei na casa de minha filha, mas para quem vai turistar, a recomendação é ficar próximo ao centro, veja nossas dicas de qual bairro se hospedar.

Se você vai ficar pouco tempo e só vai explorar o roteiro clássico de Bremen, o melhor é o Mitte e o Altstadt, são as áreas com a maior densidade de hotéis em Bremen e com todo tipo de preço e conforto.

Outra boa opção é o Ostertor, que é entre o centro e o Viertel, basicamente você faz tudo à pé. Desde a pracinha da cidade velha até o moinho.

Para a juventude, no Viertel (Steintor) tem vários hostels e acomodações para alugar. O mais famoso é o Townside Hostel Bremen, fica bem no começo do bairro e tem gente do mundo todo se hospedando. É uma região muito gostosa de ficar por ser perto do Weser e da Weser promenade.

Se tua viagem é relacionada à Universidade (que é bem comum), tem hotéis na região do campus e também no bairro Schwachhausen. Esse bairro começa perto da Am Dobben e beira o Bürgerpark, tem umas casas lindas demais com o estilo londrino (Bremen é conhecida como a pequena Londres). E se você tem um orçamento mais folgado, tem o hotel do parque que é lindão, rola até casamento, o Dorint Park Hotel Bremen.

A cidade de Bremen, Alemanha.
A cidade de Bremen, Alemanha.
As cidades que conhecemos nessa viagem

BremenHamburgoLübeck na Alemanha
Malmö na Suécia
Copenhague na Dinamarca
Veja o roteiro e dicas de viagem
Conheça as lendas da cidade de Lübeck  

 

Como sou zero em alemão, a maior dificuldade que encontrei é que quase tudo é escrito em alemão (lógico né, hahaha) mas sem versão em inglês. Fiquei pensando que essa deve ser a mesma dificuldade que os turistas estrangeiros sentem quando vêm visitar o Brasil. 🙁

Para planejar sua viagem

Booking.com - Hotel, hostel ou apartamento? No booking.com é fácil de reservar e fácil de cancelar. Aproveite os descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis. Observe as regras de cancelamento de cada hospedagem.

Airbnb - Se viajar mais como local do que como turista é o seu estilo, no Airbnb você encontra casas, apartamentos e até quartos na casa de alguém.

Flixbus - A Flixbus é uma empresa de ônibus que atua em grande parte da Europa. São 1700 destinos em 28 países.

Aluguel de carro - Pensando em alugar um carro? Na Rentcars você paga em reais e sem IOF nas reservas internacionais feitas no Brasil.

Seguros Promo - Você escolhe a seguradora entre as mais famosas do mercado.

Reservas on-line de passeios, ingressos e outras atividades turísticas
No Brasil - TourOn
No exterior - GetYourGuide e Civitatis

Gostou do blog? 😊 O Conheci e Curti participa de programas de afiliados de empresas do setor de viagens e turismo. Isso significa que se você fizer alguma reserva através dos links aqui no blog você nos ajuda com uma pequena comissão. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo para o Conheci e Curti!

Gostou do post? Deixe seu joinha 👍  abaixo. 😉

Referências
www.bremen-tourism.de
www.rathaus.bremen.de
St. Petri Dom
Unser Lieben Frauen
Baumwollbörse
wikipedia

23 comments

    1. Que legal, Aline! Bremen não foi muito gentil com o clima dessa vez, mas mesmo nos dias nublados ela é linda! Aproveite! 🙂

  1. Amei muito suas dicas. Eu e meu namorado moramos na Holanda e planejamos para o final de julho uma viagem para Bremen. Já pesquisei muito pela Internet e aqui foi o lugar que eu mais encontrei material para a nossa viagem. Parabéns! Amamos comer comida local. Você tem dicas de lugares que ofereçam comida boa e que vale a pena experimentarmos? Eisbein, por exemplo? Já agradeço.

    1. Oi Anamaria!

      Que bom que você curtiu! A comida típica aqui do norte é o Grünkohl mit Pinkel e peixe. Tem um prato que é peixe empanado e o famoso Fischbrötchen (peixe no pão). Tem vários lugares pra comer esses pratos, mas, para o Grünkohl, os que eu indicaria são Schüttinger Gasthausbrauerei, Medoo, Bremen Ratskeller e Daheim. No Medoo eu experimentei o peixe empanado com remoulade e era muito bom. O Fischbrötchen tem nas feiras de comida e alguns restaurantes no centro.

      Outra coisa que comemos muito é Flammkuchen e Schnitzel, os dois são pratos austríacos mas fazem sucesso aqui. No Medoo e Daheim tem uns bem bons. 🙂

      Eisbein eu vou ficar devendo pra você alguma informação, confesso que quase não vejo aqui. É uma comida do sul e há uma richa enorme entre norte e sul na parte das tradições e culinária. Mas se eu fosse arriscar um lugar aqui que provavelmente tem seria a Höfbrauhaus. 😉

      Ah, e se gostou do nosso trabalho aqui e for ficar em hotel, quando vier faz a reserva pelo nosso link? Isso ajuda bastante a gente a manter o blog funcionando! 🙂
      https://www.booking.com/index.en-gb.html?aid=1225725

      1. Quanta dica boa 😍😍 amei. Obrigada de verdade. E obrigada por lembrar essa diferença culinária. Isso me deixou mais animada ainda, pois ainda não conheço o norte. Estou curiosa para experimentar os pratos. Uma pena que já fizemos a reserva, mas em uma segunda oportunidade eu irei pelo link daqui.

  2. Qual o melhor ticket de transporte público para comprar em Bremen, estou indo agora em maio, vou me hospedar no Ibis, e vou ficar 2 dias. Parabéns pelo texto! Bjo

    1. Oi Adriana,

      Para apenas dois dias na cidade você tem algumas opções dependendo do seu estilo de viagem e quantas pessoas estão com você:
      – Se não for pegar muito transporte público (menos de 4x no dia) pode comprar um Einzelticket, que é o ticket único, mas compre o combo de quatro/dez tickets que sai mais barato (2,55€ por ticket).
      – Se for pegar transporte público 4x ou mais, pode comprar o Tagesticket (ticket do dia) por 8,10€ por pessoa/dia, ou pra casal que sai 10,70€/dia. Se for em grupo também tem opções.

      Outra possibilidade é o ErlebnisCARD Bremen, ele te dá acesso ao transporte público de forma gratuita em Bremen e Bremen-Nord, descontos de 50% em muitas atrações da cidade, entrada para o Ferry que leva ao Café Sand (uma ilha no meio do rio Weser, bem legal de ir) e pode escolher o cartão para uma pessoa ou para grupos (2-5 pessoas) por 1, 2 ou 3 dias. E duas crianças de até 14 anos estão incluidas no cartão individual e no para duas pessoas. O ticket pra 2 adultos por 2 dias está 15,90€, por exemplo, acho que vale a pena.

      Se interessar, dá uma olhada aqui:
      https://www.getyourguide.com/bremen-l18/erlebniscard-bremen-t5311/?partner_id=LLZ342D&utm_medium=online_publisher&placement=other&cmp=bremen-reply

      Ah, lembrando que as linhas noturnas normalmente são pagas à parte e o ticket é 1€. Em Bremen você não precisa mostrar o ticket durante o dia, apenas a partir das 20h nos ônibus e quando tem fiscalização. Mas se viajar sem ticket e for pego, paga uma multa bem pesada.

      Espero ter ajudado! Se tiver mais dúvidas avise. 😉

      1. Muito obrigado, muito mesmo!!! Que resposta completinha, com tudo que eu queria saber!! No dia da minha chegada vou usar só um ticket, mas os seguintes, que serão 2 vou comprar o ErlebnisCARD Bremen,. Gratidão.

      2. Fui pesquisar sobre o ErlebnisCARD Bremen e vi que ele é válido a partir das 18 do dia anterior a compra, procede isso? Vou chegar na quinta feira as 17:40h, se eu comprar para a sexta e o sabado já posso usar esse mesmo ticket?? Obrigado mais uma vez.

        1. Parece que sim! Como eu não usei ele aqui não posso te dar aqueeela certeza absoluta. Mas dei uma lida no site da cidade e fala a mesma coisa, em inglês e alemão. Na dúvida pergunte quando comprar ou nos kiosks da Deutsche Bahn. 😉

          Ah, e depois me conta se é verdade ou não isso aí, que é muito útil!

          1. Com certeza voltarei para informar, vou chegar em Bremen dia 16/05 por volta das 18 horas e já quero comprar esse ticket para usar nos dias 17 e 18/05. Vai ser perfeito para mim.

          2. É verdade sim!!! Cheguei às 17:20h e fui ao centro turístico que fica dentro da estação de trem é comprei o ticket pra os 2 dias seguintes, mas a mulher que falava espanhol me disse que valia a partir das 18h, eu perguntei e avisei: vou esperar p usar logo, ela sorriu e disse: claro!!l Dica showwwwwwwww

          3. Que maravilha! Ficamos felizes que deu tudo certo. 🙂
            Bremen é uma graça, né?

    1. Que bom que você gostou, adoro quando escrevo e as pessoas curtem. Dá um bom trabalho escrever né, principalmente quando a gente tenta passar não só nosso sentimento pelo lugar, mas um pouco da importância histórica dele. Para esse “pouco” são horas e horas de estudo e pesquisa e as vezes numa língua bem ingrata como o alemão, hahaha! Volte mais vezes. 😍

    1. Sim, Bremen é linda na primavera, se você for nessa época vai adorar! E muito próxima dela está Hamburgo que também é sensacional. Hamburgo foi praticamente toda destruída na 2a Guerra Mundial e se reergueu como uma potência alemã. Eu admiro a Alemanha. 👍😍

    1. Ela é fofa mesmo, embora não seja pequena. Ela é a terceira maior cidade do norte da Alemanha, atrás somente de Berlin e Hamburgo. Bremen é bastante visitada por turistas europeus, mas não sei porque, não tem muito turista latino por lá, talvez porque o norte da Alemanha não seja muito divulgado por aqui. Quando você conhecê-la pessoalmente, você vai gostar. ❤
      Abs

    1. Oi Carla, Bremen é muito bonita mesmo. O norte da Alemanha tem cidades bem bonitas, tem outras absolutamente incríveis no contexto histórico do país. Bremen é uma cidade de porte médio, fica próxima de Hamburgo. Se você for você vai gostar. 😉
      Abs,

  3. Sou apaixonado por esculturas e já vi que vou adorar (e fotografar) muito quando for a Bremen. Você acha que a cidade dispõe de bons hotéis?

    1. Oi Leo tudo bem? Se você é um apaixonado por fotografia, vai adorar Bremen. Além das esculturas espalhadas pela cidade, algumas bem exóticas rss, ela tem parques lindos, além do Centro Histórico muito bem preservado. Penso que a melhor época para visitar a cidade, pensando nas fotos, é na primavera. Quanto aos hotéis, Bremen tem uma excelente rede hoteleira, pois ela é a terceira maior cidade do norte da Alemanha, atrás somente de Berlim e de sua vizinha Hamburgo.
      Abs,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: