Tábanos, bichinhos do djanho!

Os tábanos são insetos voadores, um “butucão”, parecido com uma mosca gigante que pode chegar a medir até 3,5 cm.

Existem várias espécies de tábanos, porém a mais comum na região dos Lagos Andinos, é a espécie Coliguacho. Ele é um inseto negro com pelos alaranjados, voa muito rápido e faz um zumbido infernal em torno da gente. Aparecem na região dos lagos nos meses de dezembro e janeiro, é uma espécie que vive em ambientes aquáticos e se reproduzem quando aumenta o calor e a luz do sol.

SAM_0027[1]
foto: Bernardo Arriagada Castro. fotoblogs.soychile.cl

Dicas de como conviver com os tábanos

Fiquei sabendo da existência dos tábanos pelo blog Nerds Viajantes e fui pesquisar sobre o bicho antes de viajar para o Chile. Li em alguns blogs que eles eram atraídos pela cor preta. Em outros, li que eram atraídos pela cor escura, não necessariamente preta. Também li que não se deve agitar os braços para espantá-los, mas isso é missão impossível.

São dicas e mais dicas de como conviver com os tábanos. Li outra dica que as pessoas deveriam se vestir com cores neutras, cores pastéis e evitar as cores vivas que lembrem flores. Ok, a vestimenta ficou meio restrita 🙂 Só não li que também se deve evitar a cor azul. E adivinhem qual a cor da camisa de meu marido? Azul !!!

Li, ainda, que repelente de insetos ajuda a afastar os tábanos e que ele não transmite doenças mas que a picada é muito doída.

Nossa convivência com os tábanos

Com todas estas informações sobre a bicharada, levei repelente em creme (Off), roupas de cores claras e neutras, orientei os outros da família sobre como se vestir e lá fomos nós. Realmente são uns insetos muito chatos, infernizam a vida dos turistas, mas parece que os chilenos convivem bem com eles.

Os tábanos se concentram mais nas regiões em torno dos lagos, mas é possível encontrá-los em outras áreas, só que não em tanta quantidade.

tabano-Lago-Todos-Los-Santos-Chile
Não estava frio, estávamos nos protegendo dos tábanos, rsss

Fui apresentada para os tábanos em Puerto Varas

Nosso primeiro contato com um tábano foi por acaso no centro de Puerto Varas. Meu marido (de camiseta vermelha) e eu estávamos andando pela cidade quando escutamos aquele zumbido em torno de nós. Ficamos assustados e um chileno que estava próximo nos disse: é um tábano, ele foi atraído pela cor Roja (vermelha) de sua camisa. O bicho chegou muito rápido e rápido foi embora, não deu nem tempo de vermos direito como era. Encontramos novamente com os tábanos quando paramos no mirante na subida do Vulcão Osorno, ali longe do lago, longe de água e lá estavam eles, zumbindo em nossos ouvidos.

 

No Rio Petrohué 7 x 0 para os tábanos

Onde encontramos a maior concentração de tábanos foi nas margens do Rio Petrohué. Depois que descemos o vulcão Osorno, pegamos a estrada no sentido do Lago Todos los Santos e num certo ponto, a estrada vai margeando o Rio Petrohué que é de uma cor verde esmeralda, coisa mais linda! Encontramos um local para estacionar e paramos para fazer algumas fotos, mas ali os tábanos não nos deixaram em paz! Não deu para ficar admirando o rio naquele trecho, acho que eles estavam esfomeados e estávamos só nós e um outro grupo de turistas que também desistiu de parar ali. A luta para entrar no carro e não deixar o bicho entrar junto era hilária, demos muitas risadas de nossa ginástica.

tabanos-rio-Petrohue-Chile
Nós nos protegendo dos tábanos nas margens do Rio Petrohué. Lagos Andinos.

Nós nos protegemos com repelente e roupas, só assim pudemos apreciar mais ou menos o passeio, embora um tanto quanto ridículos perto da tranquilidade dos chilenos.

Varinhas de galhos de árvore funcionam

Nos Saltos de Petrohué várias pessoas espantavam os tábanos com varinhas feitas de galhos de árvores e nós também fizemos isso. Eles adoraram meu marido com sua camisa jeans azul. Voavam alegremente em torno dele. Só depois que aprendi que eles gostam do azul!

Saltos-Petrohue-tabanos
Os tábanos amam a cor azul

#Dicas sobre os tábanos
Você vai encontrá-los na região dos Lagos Andinos, nos meses de janeiro e fevereiro.
Use repelente e leve o repelente com você nos passeios.
Você pode encontrá-los no Vulcão Osorno 🙁
Vista-se com roupas claras e de cores neutras.
Não deixe de conhecer a região dos Lagos Andinos no verão por causa desse bichinho do djanho. 🙂

Não sabe o que é djanho? Clica aqui => ww.dicionarioinformal.com.br

Por onde andamos no Chile, os posts dessa viagem
Fui pro Chile conhecer os Lagos Andinos e Pucón – roteiro e dicas
Puerto Varas ou Puerto Montt, onde ficar?
– Lagos Andinos, a nossa viagem
Subindo o  Vulcão Osorno
– Lago Todos los Santos e Saltos de Petrohué
– Frutillar, a cidade da música
Lagos Andinos, os hotéis
– Tábanos, bichinhos do djanho!
– As pinguineras de Chiloé
– Fuerte San Antonio e o Castillo San Miguel de Agüi
– Pucón no inverno ou no verão, sempre tem o que fazer
– Termas Geométricas, uma maravilha na região de Pucón
* Foto de capa: Gabriel Araujo



Booking.com

Sites e blogs que me ajudaram nesta pesquisa
pucononline.clflyfishingosorno.cl e fotonaturaleza.cl

Link úteis
Reserva de hotéis booking.com
Seguro de viagem – Seguros Promo
Aluguel de automóvel – Rentcars
Cambio Afex – www.afex.cl
Aeroporto El Tepual – Puerto Montt – aeropuertoeltepual.cl

Se o post foi útil para você e se você gostou de nossa guerra com os tábanos, deixe seu joinha clicando no curtir logo abaixo. 😉

3 comments

  1. Olá! Acabamos de voltar dos Lagos Andinos e ficamos lembrando desse seu post o tempo todo, pois tivemos o desprazer de conviver com esses bichinhos.
    Até os chamávamos de bichinhos do djanho, como você os apelidou, rsrs.
    Não impedem o passeio, mas incomodam bastante!
    Obrigada pelas dicas, amamos o Sul do Chile!

    1. O Juliana, demorei para responder pq eu estava viajando pelo interior e só agora estou perto do computador. Os tábanos incomodam bastante, “bichinhos do djanho” mesmo hahaha. Disseram-me que é só nos meses de dezembro e janeiro que eles aparecem,mas é bem nos meses que temos férias. 🙁 O sul do Chile é lindo mesmo, também adorei. Se puder, e ainda não conhece, visite o Deserto do Atacama, vc vai amar. Quando conheci aquela maravilha o primeiro pensamento que me veio foi “Deus existe!”, Abs

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: