Blue Grotto Malta

Dicas para aproveitar ao máximo a Blue Grotto (Gruta Azul)

A Gruta Azul é uma das coisas mais bonitas que eu vi em Malta, o país guarda detalhes maravilhosos em todos os cantos, mas não tem como não se encantar com a cor da água nessas grutas.

Pra quem tá chegando agora, Malta é um pequenino país-ilha que fica ao sul da Itália, no mar Mediterrâneo. E se você está no mar Mediterrâneo, a cor da água é mais ou menos essa o tempo todo, então se em um lugar desses tem uma gruta chamada Gruta Azul, a gente tem que conferir, né?

Blue Grotto cor da água em Malta
Azul tipo isso.

Detalhes importantes sobre o passeio:

Esse é um dos passeios mais famosos e procurados pelos turistas. O passeio de barco da Gruta Azul (Blue Grotto em inglês) é feito pelo sul da ilha e em uns barquinhos bem pequenos de no máximo 9 passageiros.

O passeio custa 8€ para adultos e 4€ para crianças. Os barcos partem em intervalos bem curtos e o passeio dura 25 minutos e vale muito a pena. Raramente tem fila então é tranquilo de ir, mas como comentei aqui, os turistas em Malta são mais preguiçosos e no período da manhã tem mais chances de estar tranquilo. Além disso, de manhã o sol entra nas grutas deixando a água ainda mais azul. Descobrimos na prática que o melhor é ir às 10am, pelo menos antes das 11am, pois depois disso já dá pra ver os raios de sol indo para outra direção.

Você visita a famosa Blue Grotto, a Honeymoon Cave e mais umas outras grutas igualmente interessantes. O guia vai comentando qual é qual e conta um pouco da história de cada uma. No nosso barco, quando entramos em uma (que não lembro o nome) todos suspiraram e começaram a tirar fotos loucamente e o guia teve que comentar: Essa ainda não é a Blue Grotto, calma. Hahahaha

Passeio Blue Grotto Panorâmica
O barquinho do passeio e as grutas

De ônibus você chega lá com o 74 e o 201, mas dá pra pegar outros que param mais longe e ir andando. Os ônibus de sightseeing param na frente do ponto de ônibus, caso você tenha o ticket. Saímos de St. Julian até o aeroporto e trocamos lá para poder chegar na Blue Grotto, essa rota era tranquila de fazer, mesmo sendo longa e demorada como sempre.

Quando não ir pra Blue Grotto

Como falei nesse post aqui, fomos em Setembro que já é meio que o fim do verão lá, (meio porque não-oficialmente o verão termina em Novembro nessa terra maravilhosa) portanto existem maiores probabilidades de chuvas ocasionais e dá pra ter o azar de pegar um dia nublado bem quando você vai pra Blue Grotto.

Caso isso aconteça, um alerta: NÃO FAÇA O PASSEIO!!!!

Sério. Posso provar o porque com fotos. Vou contar a história meio rapidinho:

Fomos de manhã num dia que estava previsto nuvens, mas assim que amanheceu o tempo ainda estava ok então resolvemos arriscar. Como tudo em Malta demora 1h pra chegar, ao chegarmos no porto em Wied Iz-zurrieq já tinha muita nuvem no céu. Tínhamos planejado ver o Templo Megalítico Hagar Qim no mesmo dia, então resolvemos encarar mesmo assim. QUE ERRO!

A tal da Gruta Azul só fica azul-coisa-linda-de-Deus quando tem sol e portanto ela não estava azul maravilhoso, tava só azul bonito. (é, ainda assim é lindo, mas não tem comparação)

A luz do sol quase entrando na caverna. (Dia de sol 11am)
A luz do sol quase entrando na gruta. (Dia de sol 11am)

Na volta de ônibus para os templos, vimos um rapaz vendo suas fotos do passeio no celular, com a gruta azulíssima! Meu queixo caiu e decidi que não podia sair de Malta sem ver aquilo ao vivo. Resolvemos na hora ir de novo em um outro dia ensolarado, pois tínhamos um dia livre. E fizemos muito certo!

Então essa é a dica número um do passeio, e se não acredita, aqui está a prova:

Blue Grotto interior da caverna em Malta
Blue Grotto com sol: dentro da gruta isso aí, local com a menor luminosidade do passeio

 

Blue Grotto sem sol, a água não fica tão azul
Dia nublado: Perceba que ainda tem um feixe de sol tímido, nem da pra ver a gruta e olha a cor da água!

Para bom entendedor, duas imagens bastam. Hahahaha

Outro detalhe importante, se tiver previsão para ventos, nem se anime com o passeio, pois com mar revolto eles cancelam. No primeiro dia, além de nublado tinha um vento chato e o motorista não entrou em 2 grutas que no segundo dia de passeio nós entramos. Eles estão certos em se precaver, mas não são bobos de avisar e perder o dinheiro!

Água na Blue Grotto quase brilha
Com sol a água parece fosforescente! E sem vento você entra nas grutas!

Escolha seu lugar no barco

Outra coisa importante que notamos: no barquinho, tente ficar no lado esquerdo, é de onde dá pra apreciar melhor e tirar as melhores fotos. Na primeira vez ficamos no direito e sempre saía uma mão ou uma cabeça. Já no segundo, deu tudo certo.

Blue Grotto de águas cristalinas em Malta
Melhor lado do barco, dá pra ver tudo

Vá de roupa de banho

Se você for aventureiro, dá para fazer mergulho nessa região. Para fazer isso você tem que ter certificação. Na viagem pra Tailândia já perdemos de fazer mergulho por falta disso e aqui de novo, então se você tiver um tempo e dinheiro sobrando, tire o certificado no Brasil, já que gasta tempo de viagem fazer isso!

Como não fizemos não posso dizer com certeza o que dá ou não dá pra fazer, mas tinha um rapaz fazendo snorkel nas grutas, e o que eu achei o mais legal é que ele anda com uma bandeirinha para que o motorista do barco possa ver! Hahahaha

E se você não tiver o certificado mas ainda assim quiser dar um mergulho, você pode nadar perto do porto. Vi várias pessoas fazendo isso, mas a água é bem funda, então cansa rápido. (A dica da bóia é essencial aqui!)

Blue Grotto mergulhador aventureiro em Malta
Isto é um mergulhador com bandeirinha

Comer, comer, comer

Eu sou a louca da comida nas viagens, se tem uma portinha eu quero experimentar o que estão servindo. Infelizmente quando estivemos em Wied Iz-Zurrieq estávamos empanturradas do café-da-manhã e não pudemos desfrutar dos bares e restaurantes locais que são muito baratos. Mas se puder, aproveite por mim!

O que fazer depois da Blue Grotto

Tenho duas dicas. A primeira, é lógico, é visitar o Templo Megalítico Hagar Qim. Mas antes disso, se você pegar para o sentido oposto do templo, tem um ponto chamado Blue Wall de onde se tem uma vista panorâmica da Gruta Azul e da costa, vale muito a pena.

Blue Grotto panorâmica
O melhor jeito de começar o seu dia em Malta.

Espero que essas dicas te ajudem a fazer o passeio sem stress e aproveitar ao máximo! E se tiverem mais dúvidas é só perguntar.

Você tem mais alguma dica que eu não coloquei aqui? Deixe seu comentário com ela, e me conte mais como foi sua viagem! 😉

Os valores e informações são de setembro/2017.

Foto de capa: Maria Eugênia

#Dica 2: Alugue um automóvel para viajar por Malta. A gente merece conhecer lugares lindos como esse! 🙂 Faça um ensaio de locação com a Rentcars.

 

Há muitas opções de hospedagem em Malta, pesquise aqui. No booking.com você reserva, cancela e altera suas reservas com muita facilidade e consegue os melhores preços. Acesse e confira.

 

Booking.com - Melhor site de reserva de hotéis
Booking.com – O melhor site de reserva de hotéis

 

Referências
– Agradecimentos ao blog Contando Destinos pelas dicas pré-viagem! 😉

Veja também

Deixe uma resposta