O espetacular Castelo de Orava na Eslováquia

Castelo de Orava,Eslováquia.

O Castelo de Orava é uma das estruturas medievais mais bem preservadas, não só na Eslováquia, mas em toda a Europa.

A colina do Castelo que serviu como uma fortaleza natural, já existia durante a era pré-histórica. A evidência arqueológica confirma a presença de tribos eslavas na região, no início do século IX.  O Castelo de Orava fica no local de antigas fortalezas de madeira e foi construído após a invasão tártara em 1241. Originalmente foi construído em estilo românico e gótico e depois reconstruído nos estilos renascentista e neogótico.

O Castelo de Orava, Eslováquia.
O Castelo de Orava, Eslováquia. Foto: Maria Eugênia.

Chegando ao Castelo de Orava

Pela manhã, após tomarmos o café da manhã em nosso apartamento, fechamos as malas, entregamos as chaves e seguimos para a visita ao Castelo. Ele fica a 30 minutos de automóvel do Apartmány Hrabovo Zuzana, onde estávamos hospedados.  Novamente, o GPS nos enviou por aquele caminho esquisito, mas tudo bem, já estávamos acostumados, hshshs.

Há um estacionamento público na base de acesso ao castelo. O estacionamento é pago e a senhora que cuidava do estacionamento só falava eslovaco e nós éramos um zero nessa língua, mas na base da mímica e da escrita, entendemos o valor a ser pago. Tudo resolvido, seguimos a pé para o acesso ao Castelo. A infraestrutura turística é boa, com sanitários, restaurantes, barraquinhas de souvenirs, etc.

As visitas são pagas e em horários pré-determinados. Como o castelo é sobre uma colina, tem que subir esse trecho a pé. Depois que subimos um pedaço é que descobrimos que a compra dos ingressos é no início, antes de subir. É lá também que dá para pegar o folder com as informações sobre o Castelo de Orava. Voltamos para comprar as entradas e volta a subir tudo de novo. Cheguei lá em cima de língua de fora!

As fotos acima são da subida até a entrada do castelo e da fachada do Castelo de Orava, antes do primeiro portão (Das erste Burgtor no folder).

Não consegui pegar um folder em inglês+eslovaco, havia acabado, só consegui esse em alemão+eslovaco para mostrar para vocês. A imagem abaixo foi digitalizada a partir do folder.

Castelo de Orava, Eslováquia.
Folder com a localização das áreas do Castelo de Orava

Para tirar fotografia dentro do castelo paga-se um adicional. Compramos o direito de tirar foto e a Maria Eugênia ficou responsável pelas fotos da família. Nas áreas externas as fotos eram permitidas, só não eram na área do museu, caso não tivesse pago o direito de tirar fotos. Não era caro, pagamos três euros.

A visita ao Castelo

O grupo aguarda do lado de fora dos portões do castelo e no horário de início da visita os portões se abrem, o grupo que estava lá dentro sai e entra o outro grupo. Tudo falado exclusivamente em eslovaco, embora a guia fosse fluente em inglês. Com o audio-guide dá para acompanhar bem. Como a conexão de internet estava ruim, eu não consegui baixar o audio-guide no meu celular então, eu lia as explicações no museu.

Castelo de Orava, Eslováquia.
O espetacular castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia

O interior do Castelo de Orava

Entramos no Castelo! A guia nos recepciona no portal principal (portão 1). Somos um grupo heterogêneo de países diferentes, mas a maior parte das pessoas do nosso grupo era da própria Eslováquia ou de países vizinhos. Seguimos a guia pelos pátios e cômodos do castelo, ouvindo as explicações no áudio-guia ou então lendo nas placas existentes.

A entrada do Castelo de Orava.
Pátio interno entre os portões 1 e 2 do Castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia.

O Castelo de Orava é uma série de construções que seguem a forma da colina do castelo, é um notável complexo de edifícios dos castelos inferior, central e superior, com palácios, fortificações, túneis, torres e muita escadaria para subir. O castelo tem ao todo 754 escadas e 155 cômodos.

Castelo de Orava, Eslováquia
O pátio interno do Castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia

A cozinha do Castelo

Um dos cômodos importantes da moradia era a cozinha onde as refeições eram preparadas para os habitantes do castelo. Sua base originalmente era uma estrutura em pedra. A cozinha histórica é um exemplo do período da Renascença quando o cobre foi muito usado para preparar refeições, com chaleiras e caldeirões de vários tamanhos.

A cozinha do castelo de Orava.
A cozinha do castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia

Sobre a mesa posta, e também no armário, observamos pratos, travessas e copos em estanho, um material também muito utilizado nos utensílios de cozinha naquela época.

Castelo de Orava, Eslováquia. A mesa posta com utensílios da época
Castelo de Orava. A mesa posta com utensílios da época. foto: Maria Eugênia

A Capela de São Michael

Na Capela de São Michel é proibido fotografar.  A guia explicava tudo em eslovaco e a Maria Eugênia entendeu (apesar do eslovaco) que não podia fazer fotos da capela. Só que a capela começava numa parte que não parecia em nada com uma capela e continuamos a fazer nossas fotos. Aí, a guia chamou a atenção em inglês, onde a Maria Eugênia comentou que se ela falava inglês, poderia ter dado as instruções nas duas línguas porque obviamente não entendemos eslovaco e pediu que ela informasse quando poderia reiniciar as fotos. Ficou um climão porque os outros turistas acharam que estávamos fazendo uma coisa errada, quando na verdade, a falha foi da guia. Então, se forem visitar Orava, cuidado: não pode tirar fotos na capela e a guia fala inglês! Não sei se foi por essa foto que levamos bronca. 😡

Castelo de Orava.
Castelo de Orava.

Pátio superior, escadas e cidadela

Continuamos a visita ao castelo, passando por salas, com mostras de mobiliário, armas, pinturas, subindo escadas e mais escadas com destino ao palácio superior, a Cidadela.

Castelo de Orava, Eslováquia.
Castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia

 

Castelo de Orava, Eslováquia.
Castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia

A dama de branco (lendas do castelo)

Acredita-se que na Noite de Todos os Santos e no Domingo de Ramos, no início da manhã, uma mulher de branco é vista andando pelo castelo central. Segundo a lenda, ela era a esposa do cavaleiro Donch e foi assassinada pelo marido. Era o Dia de Todos os Santos e o Mestre Donch estava de mau humor e abusava de seus servos. Ele não ficava satisfeito com nada. Quando ele, sem razão, começou a espancar uma empregada, sua esposa quis intervir e acabar com a agressão. Mestre Donch, no entanto, continuou em sua fúria. A esposa tentou proteger a empregada e o furioso Donch cortou a mão dela. Seu sangramento continuou do Dia de Todos os Santos até o Domingo de Ramos, quando ela morreu. Desde então, a dama de branco foi vista várias vezes pelas pessoas, subindo as escadas para a Cidadela.

Exposições

O castelo abriga exposição de móveis de época, exposições etnográficas e de história natural. As exposições estão situadas nas instalações do Palácio de Ján de Dubovec e da Torre Residencial.

Castelo de Orava. Eslováquia
Castelo de Orava. Foto: Maria Eugênia.

Biblioteca de mídia

Vários filmes, contos de fadas e uma série foi filmada no Castelo de Orava e seus arredores. O filme alemão Nosferatu: A Symphony of Horror, de 1922, inspirado pelo Drácula de Bram Stoker, é o mais famoso. Entre outros, vários filmes eslovacos, como Kráľ Drozdia brada, Sokoliar Tomáš ou Láska na vlásku, também foram filmados no Castelo de Orava.

Castelo de Orava
Filmes ambientados no Castelo de Orava. Foto: Maria Vitória

Informações Úteis

Duração da visita completa: 2 horas

Áudio-guia#Dica: Baixe o audio-guide no seu celular antes de chegar ao castelo, lá se a conexão estiver ruim, você pode não vai conseguir. Foi o que aconteceu comigo. O aplicativo Orava Castle Audioguide pode ser instalado nos smartphones com os sistemas operacionais Android (versão 4.0 e superior) e iOS (versão 7.0 e superior).

Orava audio-guide

Como chegar

De carro
Existem 2 parques de estacionamento públicos pagos perto do castelo, ambos a cerca de 4 minutos a pé da bilheteira.

Com transporte público

Trem: A cidade de Oravský Podzámok faz parte da rota ferroviária Trstená – Kraľovany. Existem duas paragens de trem na cidade: Oravský Podzámok e Oravský Podzámok – zastávka. O site do castelo recomenda sair em Oravský Podzámok, que fica a 10 minutos a pé da bilheteria.

De ônibus: Para quem vai de ônibus de linha, recomenda-se descer na parada Oravský Podzámok – námestie, localizada a 3 minutos a pé da bilheteria.

Quer se hospedar próximo ao Castelo?

Nós nos hospedamos no Apartmány Hrabovo Zuzana, que fica a 30 minutos de automóvel do Castelo de Orava, mas para quem quiser ficar mais próximo, há várias opções legais nas proximidades, com diárias em torno de 40 € o casal. Veja as opções de hospedagem.

 

 

Castelo de Orava, Eslováquia
Olha estradinha sob a ponte por onde o GPS nos mandava. 😉 Foto: Maria Eugênia

Para planejar sua viagem

Booking.com - Hotel, hostel ou apartamento? No booking é fácil reservar e fácil de cancelar. Aproveite os descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis. Observe as regras de cancelamento de cada hospedagem.

Airbnb - Se viajar mais como local do que como turista é o seu estilo, no Airbnb você encontra casas, apartamentos e até quartos na casa de alguém.

Flixbus - A Flixbus é uma empresa de ônibus que atua em grande parte da Europa. São 1.700 destinos em 28 países.

Aluguel de automóvel - Pensando em alugar um carro? Na Rentcars você paga em reais e sem IOF nas reservas internacionais feitas no Brasil.

Seguros Promo - Você escolhe a seguradora entre as mais famosas do mercado.

Reservas on-line de passeios, ingressos e outras atividades turísticas
No Brasil - TourOn
No exterior - GetYourGuide e Civitatis

Gostou do blog? 😊 O Conheci e Curti participa de programas de afiliados de empresas do setor de viagens e turismo. Isso significa que se você fizer alguma reserva através dos links aqui no blog você nos ajuda com uma pequena comissão. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo para o Conheci e Curti!

 

Referências
Oravské múzeum

2 comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: