Abadia de Melk, um patrimônio mundial da humanidade

Abadia Melk - Áustria


A Abadia de Melk é um dos maiores e mais belos conjuntos do barroco europeu. Tombada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a abadia está situada na cidade de Melk, na região de Wachau, e é um dos locais históricos mais visitados da Áustria.

Partiu Melk

Deixamos para conhecer os castelo e abadias próximos de Viena no final da viagem. Este era o penúltimo dia da nossa Eurotrip e programamos para este dia, a visita à Abadia de Melk e em seguida ao Castelo Aggstein, uma vez que são bem próximos.

Sobre a Abadia de Melk

A Abadia é um mosteiro beneditino erguido no topo de uma colina rochosa próxima do rio Danúbio, na cidade de Melk, a aproximadamente 87 km de Viena. Dá para ir de automóvel ou de trem e a duração da viagem é de pouco mais de 1 hora nos dois modais.

Abadia de Melk, Áustria
Visão da Abadia no topo da colina. Esta foto foi feita dentro do carro. Foto: Maria Vitória.

Mas ela não foi sempre um mosteiro. Melk foi construído em 996, como um castelo para ser residência de Leopoldo II. Em 1089, quase cem anos depois, o castelo foi doado aos monges beneditinos de Lambach e desde então tem sido ocupado por eles, sendo adaptado para se tornar um mosteiro.

Abadia de Melk, Áustria
Entrada da Abadia. Foto: Maria Vitória.

A visita à Abadia de Melk

Abadia de Melk
Pátio Prelado

A visita à Abadia pode ser guiada, ou individual. A vantagem da visita guiada é ter um guia especializado contando histórias e curiosidades de cada cômodo, de cada detalhe do mosteiro. A desvantagem é o andar em grupo, no ritmo do grupo, tentando acompanhar as histórias contadas pelo guia e ao mesmo tempo admirar e observar com mais atenção os detalhes de cada ambiente.

A visita inclui o Pátio Prelado, a Escadaria Imperial, o Corredor Imperial, o Museu da Abadia  nas antigas Salas Imperiais, o Salão de Mármore, terraço, biblioteca e a igreja da Abadia. Além disso, o ingresso também inclui a entrada ao parque da abadia onde está o pavilhão do jardim barroco.

Pátio Prelado

Começamos a visita pelo Pátio Prelado, onde no centro, está localizada esta belíssima fonte. Uma coisa que não gostei na visita à Melk, é que no interior da mesma é proibido fotografar e isso para mim faz com que muitas lembranças acabem sendo perdidas.

Abadia de Melk, Áustria
O Pátio Prelado de Melk. Foto: Maria Eugênia.
Abadia de Melk, Áustria
Fonte do pátio prelado. Foto: Maria Eugênia.

Quando chegamos, estava iniciando uma cerimônia de casamento, com direito a música típica e os músicos vestidos à caráter. Logicamente, todos os turistas pararam para fotografar e ver o cortejo passar. 🙂

Abadia de Melk, Áustria
Banda típica num casamento que estava ocorrendo em Melk. Foto: Maria Eugênia.

Salão de Mármore

O salão servia como sala de refeições para a família imperial e ilustres convidados, e também como salão de festas. A foto abaixo é do acervo da Abadia, uma vez que aqui é proibido fotografar. Observem os afrescos do teto, os caixilhos de mármore das portas e os detalhes das colunas deste salão.

Abadia de Melk, Áustria
Salão de Mármore. Foto do acervo da Abadia.

Fizemos a visita de forma individual, mas era impossível não cruzar com grandes grupos da visita guiada. Neste salão, no mesmo momento que nós estávamos apreciando o salão, havia um grupo com guia. O guia do grupo falava muito ALTOOO e em espanhol, então não tinha como não apreciarmos as explicações do guia, mesmo que fizéssemos força, hahaha. O tal guia ficou incomodado de meu filho e eu estarmos escutando as explicações dele e enviou algumas indiretas para nosso lado. Bem desagradável o comportamento do tal guia.

Terraço

Depois do Salão de Mármore, a visita segue para o terraço da Abadia. O terraço  liga o Salão de Mármore à Biblioteca. Há uma porta no Salão de Mármore que se abre para o terraço e ali a vista é um uauuu!

Abadia de Melk, Áustria
Terraço da Abadia de Melk. Foto: Maria Vitória.
Abadia de Melk, Áustria
Terraço da Abadia de Melk. Foto: Maria Eugênia.

Do terraço temos uma vista maravilhosa do Danúbio, da paisagem do vale Wachau e da cidade de Melk.

Melk, Áustria
A cidade de Melk vista da abadia
Abadia de Melk e o rio Danúbio
Abadia de Melk e o rio Danúbio

Biblioteca

A área da biblioteca da Abadia (que é acessível no tour) já era a biblioteca do mosteiro quando este foi estabelecido. A biblioteca atualmente compreende algo em torno de 100.000 volumes, incluindo aproximadamente 1.800 manuscritos e 750 incunábulos (incunábulo é um livro impresso nos primeiros tempos da imprensa com tipos móveis). Cerca de 16.000 volumes podem ser vistos no grande e pequeno salão da biblioteca.

Biblioteca da Abadia de Melk, Áustria
Biblioteca da Abadia de Melk – @ Emgonzalez, Public domain, via Wikimedia Commons

Aqui novamente cruzamos com um grupo com guia, desta vez era um guia que falava inglês e ficou incomodado por minha filha estar próxima do grupo dele e também mandou indiretas para ela. Parece que esses guias se achavam os proprietários do espaço! Ora, se há espaço para visitas com guia e sem guia, eles deveriam não incomodar os turistas que optaram em fazer a visita por conta própria, afinal o espaço não é deles!

Igreja da Abadia

O destaque do complexo do mosteiro de Melk é a sua igreja. De acordo com o pensamento dos abades, a referência religiosa deve ser visível de todo o complexo.

Abadia de Melk, Áustria
Detalhe da abadia e a torre da Igreja. Foto: Maria Eugênia.

O significado da Igreja da Abadia de Melk pode ser visto na inscrição no altar-mor. A batalha que leva à vitória é encarnada no altar-mor pelo martírio dos apóstolos Pedro e Paulo, e posteriormente representada pelo de São Coloman.

São Coloman de Stockerau era um peregrino irlandês a caminho da Terra Santa e que, confundido com um espião por causa de sua aparência estranha, foi torturado e enforcado em Stockerau, perto de Viena. Na época de sua morte, havia contínuos conflitos entre a Áustria, Morávia e Boêmia. Como Coloman não falava alemão, ele não conseguiu se explicar e foi para a forca! (Wikipédia inglês).

Igreja da Abadia de Melk
A Igreja da Abadia

“Ele foi feito santo pelo povo local, provavelmente por remorso e pelos muitos milagres relatados de onde seu corpo foi enterrado” (Aidan Breen).  Suas relíquias foram transferidas para a Abadia de Melk em outubro de 1014.

Completando a história de São Coleman, décadas mais tarde suas relíquias foram levadas para a Hungria, onde inclusive, no século 13, o irmão mais novo do rei Bela IV da Hungria foi nomeado Coloman em homenagem ao santo. Depois, foram levadas de volta da Catedral de Székesfehérvár (Hungria) para a Abadia de Melk, onde atualmente se encontram.

Abadia de Melk. Áustria. Sarcófago de Coloman
Sarcófago de Coloman. Créditos: Georges Jansoone – Wikipédia.

O altar do lado esquerdo no transepto contém os ossos de São Coloman em um sarcófago. O da direita é consagrado a São Bento, mas o sarcófago está vazio.  O transepto é a parte do edifício de uma igreja que atravessa perpendicularmente o seu corpo principal, fazendo a sua planta em formato de cruz.

Passeando pelo parque da Abadia de Melk

“O parque do mosteiro não apenas reflete sua história de mais de 250 anos, mas também testemunha o trabalho do homem e da natureza. A interação constante dos níveis arquitetônicos, natural e espiritual tornou o parque do mosteiro uma paisagem de parque única.” Padre Martin Rotheneder (fonte: site oficial da Abadia).

O Parque da Abadia de Melk.
O Parque da Abadia de Melk.

O parque da abadia é outro show à parte! Quando chegamos no parque o tempo fechou, o céu escureceu ameaçando o maior temporal, mas ficou só na cara feia, a nuvem foi embora e pudemos aproveitar o passeio.

Parque e jardins da Abadia de Melk
Parque e jardins da Abadia de Melk

Andando pelo parque da Abadia de Melk, vamos encontrar o pavilhão do jardim barroco. Erguido entre 1747 e 1748, o pavilhão do jardim era destinado à recreação dos monges após seus períodos de jejum. Hoje, há um café self-service instalado no pavilhão.

Parque e jardins da Abadia de Melk
Pavilhão do jardim barroco da Abadia de Melk

O Jardim Paradisíaco foi acrescentado ao parque do mosteiro em 2000, por ocasião de sua revitalização. Nos últimos anos, este se tornou o coração do parque.

O Jardim Paradisíaco da Abadia de Melk
O Jardim Paradisíaco da Abadia de Melk
O Jardim Paradisíaco da Abadia de Melk
O Jardim Paradisíaco da Abadia de Melk. Foto: Maria Eugênia

Quanto custa a vista, qual o horário e o tempo ideal de duração?

O preço dos ingressos para adultos, válido para o  ano de 2020 está em 12,50 € para visita por conta própria e 14,50 € para a visita com guia. Confira sempre no site oficial o preço atualizado dos ingressos.

O horário que a Abadia está aberta para visitação, depende da época do ano. No verão europeu é um horário e no inverno o horário é mais restrito. Também neste caso, a melhor informação está no site oficial da Abadia.

Reserve de 2 horas a 2h30 para a Abadia, se você for visitar o Mosteiro e o Parque.

Mapa da abadia

Esta imagem foi digitalizada do folder que recebemos na entrada da Abadia, cliquem para ampliar e desculpem pela qualidade. 😉

Mapa d Abadia de Melk
Mapa d Abadia de Melk

Como ir de Viena para Melk

Nós fomos de automóvel, mas se você não tiver alugado um, pode ir de trem ou contratar um tour bate-volta para conhecer as regiões próximas de Viena, só não deixe de conhecer, a Áustria é toda um cartão postal. ❤️

Também é possível ir de navio pelo Danúbio. Que tal?

 



Booking.com

Próximo destino

O próximo destino foi o Castelo Aggstein. A distância entre a Abadia de Melk e o Castelo Aggstein é de apenas 15 km e o caminho é por uma estradinha beirando o Danúbio, de uma beleza de tirar o fôlego! Não sei como a Áustria consegue ser tão linda! ❤️❤️

O Rio Danúbio entre a Abadia de Melk e o Castelo Aggstein
O Rio Danúbio entre a Abadia de Melk e o Castelo Aggstein. Foto: Maria Vitória

 

Áustria
O Rio Danúbio entre a Abadia de Melk e o Castelo Aggstein. Foto: Maria Eugênia

 

Áustria, Polônia, Eslováquia e Hungria
Eurotrip: nossa viagem pela Áustria, Polônia, Eslováquia e Hungria
Viajando de automóvel pelos países da Europa Central - todas as dicas

Polônia: visitamos Cracóvia, Auschwitz e a Mina de Sal
Eslováquia, porque você tem que conhecer
Budapeste, veja e se inspire num roteiro de 3 dias
Áustria: 8 Castelos, Palácios e Abadias próximos de Viena para conhecer num bate-volta


Tudo sobre Viena
Onde se hospedar em Viena
Roteiro de quatro dias em Viena
Nosso 1º dia em Viena – Palácio de Schönbrunn e Catedral de São Estevão
2º dia: Museu de História Natural, Catacumbas, Peterskirche, Ankeruhr e Stadtpark
3º dia: Igreja da Ordem Teutônica, Palácio Hofburg, Biblioteca Nacional, Votivkirche e Karlskirche
O 4º dia em Viena - Belvedere, Rathaus e Museu da História da Arte
Visita ao Palácio de Schönbrunn em Viena
Nossa visita ao Museu de História Natural de Viena
O Palácio de Hofburg e a história de Sissi, a Imperatriz da Áustria

 

Castelo de Aggstein - Áustria
Castelo de Aggstein

A Áustria é toda um cartão postal, veja os Castelos e Abadias que selecionamos para conhecer aqui. Você vai amar! ❤️

Dicas

  • Há locais espetaculares para serem explorados nas imediações de Viena. Explore, conheça, curta!
  • Seguro Viagem é obrigatório para ir para a Europa, não esqueça disso.
  • Para fazer viagem econômica, se puder, fuja do mês de julho.
  • Alugar apartamento pode ser  mais econômico que ficar em hotel, veja nossas dicas aqui.

Para planejar sua viagem

Booking.com - Hotel, hostel ou apartamento? No booking é fácil reservar e fácil de cancelar. Aproveite os descontos exclusivos e as reservas com cancelamento grátis. Observe as regras de cancelamento de cada hospedagem.

Airbnb - Se viajar mais como local do que como turista é o seu estilo, no Airbnb você encontra casas, apartamentos e até quartos na casa de alguém.

Flixbus - A Flixbus é uma empresa de ônibus que atua em grande parte da Europa. São 1.700 destinos em 28 países.

Aluguel de automóvel - Pensando em alugar um carro? Pesquise a Rentcars, você paga em reais e sem IOF nas reservas internacionais feitas no Brasil.

Seguros Promo - Você escolhe a seguradora entre as mais famosas do mercado.

Reservas on-line de passeios, ingressos e outras atividades turísticas
No Brasil - TourOn
No exterior - GetYourGuide e Civitatis

Gostou do blog? 😊 Participamos de programas de afiliados de empresas do setor de viagens e turismo. Se você fizer uma reserva através dos nossos links, este blog recebe uma pequena comissão. Você não paga nada mais por isso e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo. 

Referências

Nossa experiência pessoal
Abadia de Melk
Wikipédia

Se este post foi inspirador para sua próxima viagem, clique no curtir abaixo e deixe seu joinha pra gente. 😉

Oi, gostou deste post? Deixe sua opinião nos comentários.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: