A Universidade de Coimbra

Nossa visita à Universidade de Coimbra.

A Universidade de Coimbra é enorme, são vários prédios que compõem esse campus. Pode-se circular livremente entre eles, mas se quisermos entrar no Paço das Escolas, também chamado de Paço Real, e conhecer esse espaço interno, a visita é paga e a fila para comprar os ingressos é relativamente grande e morosa.

Universidade de Coimbra, Paço das Escolas.
Universidade de Coimbra, Paço das Escolas. Foto: Maria Eugênia

Escolhemos o programa 3 da visita turística que inclui a visita ao Paço Real (Sala dos Capelos, Sala do Exame Privado e Sala das Armas), Capela de São Miguel e Biblioteca Joanina (Piso Nobre, Piso Intermédio e Prisão Acadêmica). É um programa bem completo.

Começamos a visita pelo pátio do Paço das Escolas, que é aquele pátio enorme logo que passamos pela Porta Férrea que é a porta de entrada para a visita.

universidade-coimbra-patio-paco-escolas
Universidade de Coimbra – Paço das Escolas. Foto: Maria Eugênia

Foram encontrados, em escavações arqueológicas realizadas no Paço das Escolas, restos de mosaicos romanos com quase 2 mil anos. Do ano 711 até ano 1130, Coimbra torna-se uma cidade fortificada muçulmana e é nesse período que se constrói o Paço das Real. A partir de 1131 é habitado por D. Afonso Henriques, o 1º Rei de Portugal então, D. Afonso Henriques faz desse paço o primeiro Paço Real do país. Até 1255 Coimbra foi a capital de Portugal.

A instalação definitiva da Universidade na cidade de Coimbra ocorreu em 1537 e se deu por ordem de D. João III, que foi Rei de Portugal de 1521 a 1557 isso resultou na afirmação de Coimbra como cidade universitária. No centro do Paço das Escolas há uma estátua de D. João III.

D. João III - Universidade de Coimbra
D. João III – Paço das Escolas.

A Universidade de Coimbra foi instalada pouco tempo depois dos portugueses aportarem por aqui nas terras brasileiras, pouco tempo depois do Brasil ser “achado” como eles se referem no Museu do Descobrimento na Vila de Belmonte, onde nasceu Pedro Álvares Cabral.

A Via Latina é essa galeria com colunas e com a escadaria central. Foi erguida no século XVIII (1772-1777) durante a reforma na Universidade efetuada pelo Marques de Pombal.

universidade-de-coimbra-portugal
Universidade de Coimbra,  galeria Via Latina. Foto: Maria Eugênia

A Capela de São Miguel
Depois de curtir o pátio que é super famoso e todo mundo tira fotos lá (e nós como todo mundo tiramos muitas fotos) fomos conhecer a Capela de São Miguel. Chegamos na entrada da Capela e a porta estava fechada. Como entrar? Nosso “pacote de visitas” incluía a visita à Capela. Resolvermos bater à porta. Um jovem que cuidava do controle da entrada apareceu e eu perguntei: “Como a gente faz pra visitar a Capela?” Ele sorridente respondeu: “Entrando”. Aqui descobri que os portugueses (os jovens, os não jovens não sei) são piadistas e brincalhões, essa foi a primeira de algumas outras. Por ser a primeira (e não esperada) fiquei ser saber como reagir, nós falamos a mesma língua, mas nós não estávamos em nossa terra e os costumes são diferentes. Quando vimos que era um comportamento relativamente normal em Portugal, aí já entrávamos na brincadeira.

universidade-de-coimbra-capela-sao-miguel
Universidade de Coimbra, Capela de São Miguel. Foto: Maria Eugênia

A Capela de São Miguel foi construída durante o final do século XV e o início do século XVI. Ela é toda revestida de azulejos tipo tapete. O revestimento data de 1613. Sua estrutura arquitetônica é manuelina, também chamada de gótico português tardio. O estilo manuelino é visível nos janelões da nave central e no arco do cruzeiro.

universidade-de-coimbra-capela-de-sao-miguel
Universidade de Coimbra, Capela de São Miguel.

A seguir fomos para a Biblioteca Joanina. Existe horários pré-determinados para entrar na biblioteca e há um número máximo e visitantes em cada vez. Faz fila na porta para poder entrar. A biblioteca é composta de 3 pisos: O piso Nobre, o Piso Intermediário e a Prisão Acadêmica.

O piso nobre é extraordinariamente belo, mas é proibido fotografar. A Biblioteca tem atualmente em torno de 6 mil livros na sua maiorias anteriores ao século XVIII. Aqui encontram-se guardadas grande obras publicadas na Europa e entre as famosas está Os Lusíadas de Camões. O livro está guardado no local mais seguro e inacessível da biblioteca, e logicamente na visita não é possível vê-lo.

biblioteca-joanina-coimbra
Biblioteca Joanina. Créditos: Universidade de Coimbra.

Como não é permitido fotografar, coloquei uma foto do site oficial da UC para vocês terem uma noção de como é o piso nobre da Biblioteca.

As estantes estão dispostas em dois andares de madeiras douradas e policromadas com fundo verde ou vermelho (as cores da bandeira de Portugal). Dizem que um dos grandes aliados da preservação dos livros da Biblioteca Joanina são os morcegos que durante a noite se alimentam de pequenos insetos, principalmente as traças.

biblioteca-joanina-universidade-coimbra
Biblioteca Joanina. Créditos: Universidade de Coimbra.

Descendo-se uma escada chegamos no piso intermediário. Aqui é possível observar alguns livros que fazem parte do plano de exposições temporárias.

biblioteca-joanina-piso-intermediario
Biblioteca Joanina, piso intermediário. Universidade de Coimbra.
uc-cochinchina
Biblioteca Joanina. Piso Intermediário. Você sabe onde fica a Cochinchina?

Descendo mais um lance de escada chegamos na Prisão Académica.
Prisão Acadêmica? Pois é, a existência da prisão acadêmica era resultado da condição privilegiada da Universidade como corporação. Assim, estudantes, professores e funcionários, quando punidos, não conviviam nas prisões com os presos comuns, eles tinham uma prisão especial. Quando li essa história no folder da visita pensei nos casos de “foro privilegiado” e “prisão especial” que existem no Brasil. Teria vindo o “foro privilegiado” que ainda perdura por aqui, desse costume português do século XVI? Nas pesquisas que fiz na internet, encontrei essa interessante reflexão sobre o assunto, escrita pela Profª. Ludmila Cerqueira Correia da UFPB.

coimbra_prisao
Prisão Académica. Creditos: Universidade de Coimbra.

A Prisão Académica teria sido instalada inicialmente sob a Sala dos Capelos e mais tarde, em 1773, foi transferida para o piso inferior da Biblioteca Joanina, onde foram descobertas ruínas que pertenceram ao antigo cárcere medieval. É hoje a única edificação de cadeia medieval existente em Portugal.

Saímos da Prisão Académica e voltamos para o Paço das Escolas subindo por uma escada lateral chamada de Escadas de Minerva, construída em 1725.

universidade-coimbra-paco-das-real
As portas de entrada da Biblioteca Joanina e da Capela de São Miguel no Paço das Escolas. Foto: Maria Eugênia

Os próximos espaços que fomos conhecer foram a Sala dos Capelos e a Sala das Armas, cuja entrada é pela galeria da Via Latina.

Sala dos Capelos
Na Sala dos Capelos, ou Sala dos Grandes Atos é onde ocorrem as principais cerimômias acadêmicas da Universidade como tomada de posse do Reitor, abertura solene do ano letivo e doutoramentos Honoris Causa. Inicialmente era a Sala do Trono. Nas paredes da sala estão os retratos de todos os reis de Portugal, exceto os da dinastia filipina que foi quando Portugal esteve sob o domínio da Espanha.

universidade-coimbra-sala-dos-capelos
Universidade de Coimbra, Sala dos Capelos. Foto: Maria Eugênia

A Sala das Armas guarda as armas da antiga Guarda Real Académica.

universidade-de-coimbra-sala-armas
Universidade de Coimbra, Sala das Armas. Foto: Maria Eugênia

A Sala do Exame Privado era o local onde os estudantes realizavam as suas provas orais. Na sala só permaneciam o estudante e a banca examinadora. Por algum motivo logístico não passamos por essa sala na nossa visita à Universidade. 🙁

Num determinado momento de nossa visita encontramos um restaurante, era o RU (Restaurante Universitário). Não sabíamos se podíamos comer lá, mas enquanto pensávamos se era possível ou não, o restaurante começou a encher de gente e decidimos que era ali mesmo que iríamos almoçar. Fizemos uma bela refeição com direito a macarrão e frango no RU da Universidade de Coimbra.

ru-coimbra
RU da Universidade de Coimbra. Servidos?

Saímos da Universidade em torno de 15h30, havia muita coisa que queríamos conhecer em Coimbra além da Universidade.

Preços e Horários
Há alguns programas de visita e dependendo da visita escolhida é um preço. Nós escolhemos a visita livre, Programa 3 que inclui a visita ao Paço Real (Sala dos Capelos, Sala do Exame Privado e Sala das Armas), Capela de São Miguel e Biblioteca Joanina (Piso Nobre, Piso Intermédio e Prisão Acadêmica). O preço é de 10€ por pessoa (referência agosto/2016) e estudantes e Seniores (65+) pagam 8€.

Acesse o site oficial da Universidade para obter os dados atualizados.

#Dicas do Conheci e Curti
=> Cinco horas foi pouco para conhecermos toda a Universidade no nosso circuito turístico.
=> Tem um restaurante (RU) dentro da Universidade, se quiser, pode almoçar lá 🙂
=> Se você é estudante ou se está viajando com filhos que são estudantes, faça a carteira internacional de estudante e leve com você. Em muitos lugares estudante tem desconto.

coimbra-uc

Os posts dessa viagem, ou por onde andamos 
Portugal, um país para conhecer, curtir e voltar…
Chegando em Lisboa
– A Vila de Óbidos, a prenda de casamento da Rainha Santa Isabel
Mosteiro de Alcobaça, Pedro e Inês de Castro
O Mosteiro da Batalha, Aljubarrota e a promessa de D. João de Avis
Coimbra
Coimbra e Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
Coimbra em fotos
A Universidade de Coimbra
Braga, o Coração do Minho
Fotos do Santuário do Bom Jesus do Monte
Guimarães, Aqui Nasceu Portugal
A Quinta da Aveleda, o passeio e a degustação de vinhos
Guarda, a Serra da Estrela e as Aldeias Históricas de Portugal
A aldeia histórica de Trancoso e muitas emoções nesse dia
A aldeia de Marialva e o Museu do Côa
A aldeia de Castelo Rodrigo e a bronca das meninas
A aldeia de Sortelha em Portugal
A aldeia de Monsanto e a Casa da Tia Piedade
e muito mais…
*Foto de capa: Maria Eugênia

Procurando hotel para sua próxima viagem? No booking.com você reserva, cancela e altera suas reservas com muita facilidade e ainda consegue os melhores preços. Acesse e confira.

Booking.com - Melhor site de reserva de hotéis
Booking.com – Melhor site de reserva de hotéis

Veja também

Deixe uma resposta