12 dicas pra deixar sua viagem pra Barcelona mais barata

Durante muito tempo eu tentei ir pra Barcelona mas sempre que conseguia passagem barata pra algum lugar perto ficava muito caro incluir essa cidade paradisíaca no roteiro. Conheci tudo ao redor dela e a coitada ficou lá esquecida. Depois de muitas tentativas eu resolvi que ia dar essa viagem pra mim mesma de presente pra comemorar meus 30 aninhos.

Mas como nem tudo são flores, estou com 30 anos mas na época dessa viagem estava terminando a minha tese de mestrado, então todo o meu dinheiro tava indo pro projeto. O negócio era viajar pra lá no melhor estilo comfort-low-budget, mas resolvi ir com um amigo e fiz bastante besteira deixando algumas decisões na mão dele, acreditando que um europeu ia saber melhor o que estava fazendo. (um europeu jamais irá dominar a arte de gastar pouco como um brazuca)

Então assim começamos mais um quadro do meu hobby favorito: O que eu fiz de errado que você não deve repetir. Mas dessa vez incluindo o meu segundo hobby: Coisas que fiz sem querer mas valem a pena fazer de propósito.

Gracinhas à parte, Barcelona é maravilhosa mas realmente é meio cara, ainda mais se você está recebendo em reais e terá que gastar em euros num dos destinos mais populares para europeus endinheirados. No meu caso eu consegui economizar em umas coisas por sorte e gastar em outras por burrice, espero que essa lista te ajude a planejar a sua viagem para essa linda cidade Catalã!

01. Um ticket de transporte público para cada tipo de viajante

Essa dica é de ouro, porque tem muita opção e você pode acabar comprando o errado. No meu caso logicamente eu comprei o errado! Eu muito preguiçosa, confiei que o tal amigo europeu sabia o que estava fazendo e fui na onda: acabou que comprei o ticket mais errado da vida pra mim! Gosto muito de explorar a cidade à pé e ficamos no bairro da Gràcia perto da Sagrada Família, nem usava transporte, gastei dinheiro à toa. Pra você não errar também, eu fiz esse post com todas as informações necessárias. Ia botar tudo aqui mas acabou ficando grande demais. Então dá uma lida lá e depois volta. 😉

Primeiro passo pra viagem ficar mais em conta!

02. Como comer vários embutidos e queijos de graça

Quem me conhece sabe que comer é uma das partes mais interessante da viagem pra mim. Adoro descobrir novos sabores e experimentar a culinária local. Mas não tenho esse dinheiro todo pra ficar em indo em lugar chique, então preciso sempre escolher com cuidado onde e o que comer, pra aproveitar bem a experiência. Uma coisa que eu descobri é que se você é simpática consegue experimentar de graça vários salames e queijos nas Xarcuterias. A minha técnica era chegar muito sorridente e dizer que tinha acabado de chegar em Barcelona e queria comprar alguns salames mas não sabia quais. Eis que eles sempre dão uns pedaços de salame pra você experimentar e é só apontar qual você quer saber o gosto que você ganha uns pedaços. No fim sempre comprava vários pra não me sentir (muito) culpada mesmo estando já de barriga cheia e posso dizer que é muuuuito barato e vale a pena. No fim da viagem comprei um monte pra levar pra casa, mais ou menos uns 30 pedaços de salames variados e saiu, pasmem, menos de 5€!!! Quando me dei conta do feito quase voltei pra comprar mais.

Impossível resistir, a não ser que você seja vegetariano.

03. Gaudí Bundle: vale a pena?

Pra responder essa pergunta eu faço outra pergunta: Você tem interesse em visitar a Sagrada Família e o Park Güell? Se sim, então vale muito à pena. Se comprado online ele custa 29€ e te dá direito a visitar a Sagrada Família com as torres e também o Park Güell mas sem as casas de dentro dele. Ambos vem com o Skip the Line que te salva muito tempo. Para você ter uma ideia, separadamente a Sagrada Família custa 29€ e o Park Güell 7,50€ (sem o Skip the Line). No dia que eu fui na Sagrada Família as torres foram fechadas pelo mau tempo. Tirei uma foto da placa de interdição e pedi um reembolso parcial por email, se acontecer com você faça o mesmo. Lembre-se que o Gaudí Bundle só contempla esses dois, nada de Casa Batlló ou Casa Mila)

Você pode comprar o Gaudí Bundle aqui assim como o Barcelona Card (lembre de ler esse outro post sobre o Barcelona Card antes de sair comprando).

As lindas cores de dentro da Sagrada Família.

04. Cuidado com os horários do seus tickets do Gaudí Bundle

Outra besteira que fiz confiando que um europeu sabe se virar em qualquer canto da Europa (nunca mais cometo esse erro! hahahaha): Quando você compra o Gaudí Bundle online,\ você escolhe o dia e a hora para visitar cada uma das atrações, a Sagrada Família e o Park Güell (sim, o nome é Gaudí Bundle mas só tem esses dois mesmo, o resto não entra na conta e você paga separado, mesmo as de dentro do Park Güell). O meu amigo viu o horário da nossa vista ao Park Güell errado e perdemos a hora! Mas quando isso acontece você pode trocar para uma outra hora, mas tem que pagar novamente na hora e depois pedir o reembolso online.

Minha dica é visitar cada um num dia porque, apesar de eles serem próximos, é uma zoeira de turistas e tem esse problema dos horários fixos.

O Park Güell todo bonitinho.

05. Visite o Park Güell mas sem entrar no que tem dentro

Pode confiar, esta dica vem de uma estudante de artes que adora o estilo do Gaudí. Mas os preços das atrações dentro do parque são altas e o que mais interessa é a parte de fora. Queria ter entrado na casa Batlló (lembre-se que não está incluída no Gaudí Pass) mas infelizmente eu tinha uma companhia que não entendia meu amor pela arte. Quando fomos ao Park Güell ele pra se redimir queria entrar nas casas de dentro do parque, mas olha, não vale a pena não. A entrada pra cada uma das casas é o mesmo preço que a entrada do parque! E o que interessa está fora mesmo. No fim você gastaria um monte de euros pra ver algo menos interessante que a casa Batlló, que eu imagino que seja maravilhosa apesar de cara (mais ou menos 25€ aqui).

O Park Güell fica na Carrer d’Olot, tendo duas entradas: uma na Carrer de Larrard (entrada principal), e outra na Carretera del Carmel, nº 23. Você consegue chegar com a linha L3 de metrô, e as linhas de ônibus, H6, D40, 24 e 92.

E tudo por fora é cinematográfico de tão lindo.

06. Como visitar o Museu do Picasso grátis

Outro museu que eu queria muito ter ido mas o destino me proibiu, quando fui estava chovendo muito e eu não tinha guarda-chuva pra aguentar na fila. O museu do Picasso fica no centro da cidade, numa ruazinha bem simpática no Bairro Gótico (que vale muito à pena visitar). E o melhor de tudo é que dá pra visitar de graça nas quintas-feiras das 6:00 até 21:30 e no primeiro domingo do mês das 9:00 às 19:00. Mas tem que ter uma vontade enorme, a fila é gigante. Se for, vá cedo para garantir que não vai perder o dia todo esperando. Mesmo nos dias que não é de graça a fila é gigante e os passes não te dão o fura-fila, infelizmente. Ah, e na saída passe no Mercado de La Boqueria pra recuperar as energias, que eu comento no próximo tópico. 😉

O Museu do Picasso fica na Carrer Montcada, 15-23. Você consegue chegar com a linha L4 (Jaume I) e L1 (Arc de Triomf) de metrô, e as linhas de ônibus 120, 45, V15, V17(Via Laietana); 39, 51, H14 (Passeig Picasso); H14, 45, 51 (Pla de Palau) e 120 (Princesa).

Esse é o Bairro Gótico, diferente de todo o resto de Barcelona.

07. Mercado de La Boqueria, vale a pena?

Ai meu estômago.

A resposta está nessas fotos! Vale muuito a pena. Algumas barracas são caras mas outras são bem ok. Encontrei uma das tais “picadas” de camarão e frutos do mar em geral que foi dos deuses. Outra de azeitonas que dava pra pegar 2 de cada e comer todas as versões possíveis, tudo pago por quilo. Me acabei de comer. A dica aqui é evitar os jamóns e salames já que dá pra comer bem barato fora do mercado.

O Mercado de La Boqueria fica na rua La Ramba, 91. Você consegue chegar com a linha L3 (Liceu) de metrô, e as linhas de ônibus 59 e V13 (La Rambla/ Liceu).

Esse item ganhou duas fotos mas OLHA ESSE POLVO!

08. Onde comer Paella e Arroz Negro bom, bonito e barato

Essa dica maravilhosa eu recebi da minha host em Barcelona. Ela falou que em toda a região da Vila Olímpica haviam restaurantes maravilhosos e com bons preços, mas que o que mais se encaixava no Bom, Bonito e Barato era o La Fitora. Eles tem paellas, arroz negro e muitos outros pratos de frutos do mar e carnes. Eu escolhi o arroz negro não lembro bem porque, mas foi tão delicioso que eu passei vergonha com o tanto que comi. E os garçons são uns amores, ganhei também uma sobremesa de graça, acho que eles tinham apostado que não cabia mais nada dentro de mim, mas eu não nego um “regalo” desses não. Hahahaha

Além da comida divina o atendimento e a localização são ótimos. O La Fitoria está localizado numa área turística que tem um fim de tarde maravilhoso. Eu paguei em torno de 15€ por pessoa pelo arroz negro, e gente… vem MUITA COMIDA. Além do menu clássico eles tem os Menus do dia: Menu Low Cost (14€), Menu Mediterraneo (17,95€) e Menu “La Fitora de Neptuno” (25,50€), neles vem entrada, prato principal e sobremesa, além de café e bebida e também valem muito à pena. O Low Cost e Mediterraneo eles servem de terça a sexta e o La Fitora de Neptuno de terça a domingo, não sei se tem limite de horário para pedir. Gente, eu recomendo demais, normalmente não falo de restaurantes aqui mas esse é um achado incrível.

O Restaurante La Fitoria fica na rua Moll de Gregal, 18.

E o passeio até lá é lindo.

09. Visite a cidade de dia e à noite

Como toda cidade turística, seus pontos mais importantes são iluminados à noite. Mas Barcelona merece uma atenção especial por causa da arte de Gaudí. Por sua forma inusitada e curvilínea, o efeito que a luz do sol e a luz noturna fazem é muito diferente. É como se você estivesse vendo uma outra obra. Essa dica vale especialmente para a Sagrada Família e a Casa Batlló.

A Sagrada Família parece se mover com as luzes.

10. Se não tiver dinheiro pra ver um jogo no Camp Nou: veja o jogo num bar com espanhóis

Nem todos nós temos esse dinheiro todo pra ver um jogo no Camp Nou, o estádio do Barcelona, ainda mais quando você tem a sorte/azar de estar lá no dia do clássico do futebol espanhol Barcelona FC x Real Madrid. Os preços eram absurdos e não tive como nem sonhar em ir. Pois bem, resolvi assistir num bar espanhol no meio do povo mesmo. É uma atmosfera parecida com a do Brasil em dias de clássicos, eles gritam, xingam o juiz, batem na mesa, choram. Um circo! Mas aí mudamos de bar no segundo tempo e a troca não valeu à pena… O segundo bar não era um clássico bar espanhol e nem seus frequentadores. Então, foque nos bares raiz mesmo.

– Mas você vai torcer pro Barcelona, né? (E eu lá vou dizer que não?)

11. Nem só de flamenco vive Barcelona

Os shows de flamenco estão por toda parte e valem a pena ser assistidos. Como eu já tinha viajado boa parte da Espanha antes e visto shows de flamenco eu abri mão dessa vez, mas conheci um bar muito legal chamado JazzMan. Eles tem shows de Jazz às segundas e quintas e o local lota. É uma boa pedida para diversificar.

JazzMann fica na Carrer de Roger de Flor, 238.

JazzMan em Barcelona

12. Uma curiosidade de Barcelona: Hemp Clubs

Agora vamos falar de um assunto polêmico: maconha. Essa não é uma forma de baratear sua viagem mas é uma curiosidade tão interessante que eu tinha que compartilhar! Algo que eu não sabia sobre a Espanha é que o uso da maconha e seu cultivo para uso pessoal é permitido, assim como para qualquer outros fins que não sejam o de venda e troca. Aproveitando essa brecha, os Barceloneses criaram a cultura do Hemp Club, uma forma dos apreciadores da verdinha conseguirem maconha de forma tecnicamente legalizada. Isso porque esses Clubs são como clubes mesmo, você se associa e teoricamente não está comprando a maconha mas sim pagando para estar no local onde a sua maconha coletiva é plantada, entende?

O status legal desse clubs ainda é muito indefinido, tudo depende da interpretação do juiz, mas eles seguem fortes e de qualquer maneira, independente da interpretação do juiz, quem entrar não está cometendo um crime, apenas quem está talvez vendendo. Um estudo legal afirmou que esses clubs são legalizados se eles distribuírem a maconha para uma lista de adultos restrita e legalizados e em pequenas quantidades, apenas para uso imediato. E você pode se tornar membro apenas com convite de alguém que já esteja no clube e eles pegam todos os dados de cidadão na hora de fazer o cadastro, é bem organizado.  

E sim, eu fui convidada por uma conhecida, fiquei curiosa e fui ver como era. É um clima muito engraçado, tem todo o aspecto de um bar alemão, com sofás e até uma cama, jogos, futebol de mesa e tv. Os frequentadores normalmente ficam na deles, são tranquilos (lógico hahahaha) e muito gentis. Diferente da Holanda (fora de Amsterdam) a maioria que frequenta são jovens. Foi nesse lugar que fui ver o segundo tempo do jogo e foi uma desgraça porque o povo não reagia, por motivos óbvios. O jogo estava passando no mudo e foi uma das experiências mais engraçadas que eu tive. Uma hora perderam o sinal de internet e todos ficaram 10 minutos olhando uma tela azul como se tudo estivesse ok. Eu tive um ataque de riso mas não sabia se podia ir lá resolver ou não. É um local muito mais da paz do que qualquer outro bar ou balada que eu já fui. E você inclusive não precisa consumir, viu? Eu fui de curiosa e porque não ia deixar passar uma oportunidade dessas na vida. Talvez por isso eu não tenha me divertido tanto como jogo de futebol mudo e a tela azul… hahahaha

Grandes emoções aí dentro, só que não.

Essas são as minhas dicas de Barcelona para baratear a sua viagem. São coisas pequenas, muita atenção aos detalhes mas que no final te ajudam bastante a salvar o suado dinheirinho brasileiro. Se tiver mais dicas deixe nos comentários. E pode me mandar umas perguntas que eu adoro responder vocês. 🙂

Ah, e se alguém entrou na casa Batlló, por favor, me conta como foi?

Ps: Desculpa amigo, eu topo viajar de novo com você mas dessa vez a gente vai seguir o meu budget! hahahaha

Quer saber onde ficar em Barcelona? Eu indico o Bairro da Gràcia, é central, muito bem servido de transporte público, calmo mas perto de tudo que interessa.

Se tiverem dúvidas podem perguntar para a diva viajante aqui. 😉

 

 e muito mais…

 

#Dica 1: Alugue um automóvel para viajar por Barcelona. A gente merece conhecer lugares lindos como esse! 🙂 Faça um ensaio de locação com a Rentcars.

 

Há muitas opções de hospedagem em Barcelona, pesquise aqui. No booking.com você reserva, cancela e altera suas reservas com muita facilidade e consegue os melhores preços. Acesse e confira.

 

Booking.com - Melhor site de reserva de hotéis
Booking.com – O melhor site de reserva de hotéis

 

Veja também

Escreva seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.